Tradutor/ Translate

Corinthians bate Flamengo e reassume ponta do Brasileiro Feminino

Foto: © Paula Reis/Flamengo/Direitos reservados

A disputa pela liderança da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminina continua acirrada entre Corinthians e Palmeiras. Nesta quinta-feira (27), o Timão reassumiu a ponta ao derrotar o Flamengo por 3 a 0 no estádio da Gávea, no Rio de Janeiro, pela 10ª rodada da competição.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

O Alvinegro foi para 25 pontos, deixando o Verdão novamente para trás. Na quarta-feira (26), as Palestrinas golearam o São José por 4 a 1 no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos (SP), e tinham assumido o primeiro lugar de forma temporária. O Rubro-Negro, com a derrota, permanece em décimo, com 11 pontos, a três do Avaí/Kindermann, oitavo colocado e último clube na zona de classificação às quartas de final.

Judô Tênis

As cariocas tiveram a primeira grande chance do jogo, aos seis minutos, com a meia Ana Karla acertando o travessão em uma tentativa da meia-lua. Daí em diante, o Corinthians foi dominante. Aos 15 minutos, a meia Gabi Zanotti lançou Tamires na esquerda. A lateral, que atua como meia no Timão, cruzou a meia altura e a atacante Adriana completou para as redes, encobrindo a goleira Kaká.

O segundo gol alvinegro saiu em contra-ataque após uma cobrança de escanteio do Flamengo pela direita. Aos 24, Gabi Zanotti deu passe milimétrico para a atacante Miriã finalizar na saída de Kaká. Na etapa final, aos 22 minutos, a meia Andressinha deixou Adriana na cara da goleira rubro-negra. A camisa 16 rolou na direita e a atacante Jheniffer concluiu para o gol, fechando o placar na Gávea.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Outro time que subiu na tabela nesta quinta-feira foi o Santos. As Sereias da Vila superaram o Bahia por 2 a 0 no estádio de Pituaçu, em Salvador, e ultrapassaram o São Paulo. As alvinegras somam 21 pontos, na terceira posição, contra 19 do Tricolor, que só empatou na rodada (2 a 2 com o Cruzeiro, em Belo Horizonte, na quarta-feira). As Mulheres de Aço seguem sem vencer no Brasileirão, ocupando o 15º lugar, na zona de rebaixamento.

A vitória santista foi construída com participação das duas maiores artilheiras da história do futebol feminino do clube. Aos quatro minutos, a atacante Ketlen recebeu da meia Brenda na esquerda e bateu na saída da goleira Anna Bia, marcando o 112º gol dela pelas Sereias. Aos 20, Byanca Brasil cruzou pela direita e a também atacante Sole Jaimes, de volta à equipe paulista pela terceira vez na carreira, concluiu de cabeça para as redes. Foi o 58º tento da argentina pelo clube praiano.

No estádio Ciro Machado do Espírito Santo, o Defelê, em Ceilândia, Real Brasília e Grêmio ficaram no zero a zero. A partida ficou marcada por um lance polêmico aos nove minutos do segundo tempo. A meia Jane Tavares foi derrubada por Flávia na área. A penalidade foi inicialmente marcada e o cartão amarelo dado à goleira do Real, mas a arbitragem acabou voltando atrás, revoltando as gremistas.

O empate tirou as Leoas do Planalto do G8. As brasilienses foram a 13 pontos, em nono lugar, um atrás do Avaí/Kindermann. As gaúchas, com 15 pontos, ocupam o sétimo lugar, ainda na zona de classificação.

Edição: Agência Brasil/ Fábio Lisboa (agenciabrasil.ebc.com.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.