JOGOS PAN-AMERICANOS DE LIMA

Judô tem chaves definidas e Lima 2019 começa nesta quinta-feira para três judocas brasileiros

582.V

Washington Alves/COB
Brasileiros conheceram seus adversários após sorteio realizado nesta quarta, em Videna. Larissa Farias, Larissa Pimenta e Renan Torres lutam no primeiro dia

Brasileiros conheceram seus adversários após sorteio realizado nesta quarta, em Videna. Larissa Farias, Larissa Pimenta e Renan Torres lutam no primeiro dia

O último ato antes da seleção brasileira de judô entrar no tatame de Videna para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 foi dado nessa quarta-feira, 7. No congresso técnico da modalidade realizado nesta tarde, o sorteio das chaves das 14 categorias em disputa definiu os confrontos iniciais e o caminho que os brasileiros precisarão completar para chegar ao pódio pan-americano. Serão 138 judocas em ação, sendo 69 homens e 69 mulheres de 25 países.

VEJA AQUI as chaves e acompanhe os resultados em tempo real.

Participaram do congresso o chefe de equipe do Brasil, Ney Wilson Pereira, ao lado da subchefe Katherine Campos e dos técnicos Mario Tsutsui e Yuko Fujii.

Para a treinadora da equipe masculina, os Jogos Pan-Americanos trazem um ambiente diferente para os atletas e os adversários cotumam dar bastante trabalho aos países mais fortes, como Brasil e Cuba.

"Vamos ter que enfrentar atletas que estão muito focados em vencer os países mais fortes da Pan-América e eles virão a 120, 150 por cento desde o começo. Então, a gente não pode relaxar. Tem estar preparado desde o começo da luta para jogar o adversário", explicou Yuko Fujii. "Em relação às chaves, alguns caíram bem e outros ficaram com lutas mais duras. Mas, não faz diferença. Para chegar no topo do pódio tem que jogar todo mundo."

Para o técnico da equipe feminina, Mario Tsutsui, o fundamental será manter a concentração, já que esta é uma competição de tiro curto, com a maioria dos brasileiros já estreando nas quartas-de-final.

"Acho que as meninas saíram bem no posicionamento das chaves. Agora é esperar que lutem com bastante disposição, porque é uma competição muito curta e de muita intensidade. Não pode dar bobeira, vacilar. Aqui na pan-américa a gente sabe que um shido (punição) faz muita diferença. Vou conversar com elas para entrarem muito concentradas e seguirem em frente", ressaltou Tsutsui.

As disputas começam nesta quinta-feira, às 15h, em Videna para três categorias (48kg, 52kg e 60kg). Três atletas abrem os trabalhos do judô brasileiro em Lima: Larissa Farias (48kg), Larissa Pimenta (52kg) e Renan Torres (60kg) entram no tatame nessa quinta.

Já a campeã olímpica Rafaela Silva (57kg), Daniel Cargnin (66kg) e Jeferson Santos (73kg) lutam na sexta-feira (09).

No sábado (10), o Brasil será representado por Alexia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg), Eduardo Yudy Santos (81kg) e Rafael Macedo (90kg).

No último dia da modalidade no Pan-Americano de Lima, a líder do ranking mundial, Mayra Aguiar (78kg), inicia sua caminhada na competição. Beatriz Souza (+78kg) e David Moura (+100kg), ouro no Pan-Americano de Toronto 2015, fecham a campanha brasileira em Lima.

Dos 13 convocados, 10 são estreantes em Jogos Pan. Os "veteranos" são Rafaela, Mayra e David.

"Nunca tivemos tantos atletas estreantes como temos nessa edição. É o recorde do Brasil em termos de atletas estreantes em Jogos Pan-Americanos. Mas, estão muito bem preparados, são experientes em eventos do circuito, têm tido um crescimento dentro deste ciclo olímpico e, por isso, estão aqui, são os melhores atletas que a gente tem hoje para estar representando o Brasil nos Jogos Pan-Americanos", pontuou Ney Wilson, gestor de Alto Rendimento da CBJ e chefe de equipe do judô em Lima.

As preliminares começarão às 15h e as finais serão às 19h desta quinta. O site ippon.org atualizará o andamento das chaves em tempo real, enquanto Sportv e Record transmitem ao vivo o evento.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias