Parabéns FJRJ

FJERJ comemora aniversário de 57 anos

435.V

Judô Rio

Em 9 de agosto de 1962, liderada pelo professor Augusto Cordeiro, aconteceu a histórica Assembleia de fundação da Federação Guanabarina de Judô (FGJ), que depois se transformaria na Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro (FJERJ).

Os clubes e seus representantes que participaram da assembleia de criação FGJ foram: Clube de Regatas Flamengo - Alair Souza e Silva; Botafogo Futebol e Regatas - Oswaldo José Soares Simon; Clube Monte Líbano - Dr. Waldemar Mattos Tourinho; São Cristóvão Futebol e Regatas - Milton Soares Ribeiro; Clube Leblon - professor Leopoldo Levindo de Lucca; Esporte Clube Cocotá - Antônio Carlos Souza e Mello de Oliveira; Judô Clube Ren-Sei-Kan - Dr. José Pedro da Motta Cordeiro; Judô Clube Augusto Cordeiro - professor Antônio Afonso Alves; Judô Clube Rudolf Hermanny - José Fernandes.

Com uma única chapa que foi eleita por aclamação, assim ficou constituída a Federação Guarabarina de Judô:
Presidente - Brigadeiro Oswaldo Balloussier;
Vice-presidente - Ézio Martins do Valle;
Membros efetivos do Tribunal de Justiça Desportiva:
Dr. José Roberto Vieira de Castro;
Dr. Paulo Waldemar Falcão;
Dr. Sérgio Delamare;
Dr. Luís Carlos Vital;
Dr. Hélio Torres Pereira.
Suplentes:
sr. Antônio de Campos Raposo;
Dr. Oswaldo Sebastião Miziara;
Dr. Francisco Otoche;
Dr. Sérgio Ney Palmeiro;
Dr. Moacyr Cleanto de Albuquerque.
Membros efetivos do Conselho Fiscal:
sr. David Augusto Guimarães;
sr. José Maria Cavalcante de Albuquerque;
sr. Geraldo Nasser.
Suplentes:
sr. Faustino da Silva Fernandes Bastos;
sr. Rubens Ouchida;
sr. Virgílio Affonso Alves.
Secretário Geral - professor Enir Vaccari;
Diretor Técnico - professor Rudolf Hermanny;
1º Secretário - professor Jorge Luís Souza e Silva;
Tesoureiro - Alair de Souza e Silva;
1º Tesoureiro - Ary Calvet de Souza.

Em 1975, com a fusão do antigo Estado do Rio de Janeiro com o Estado da Guanabara e, como conseqüência, todas federações esportivas situadas no novo estado, também estavam obrigadas a se fundirem, e no dia 26 de outubro de 1976, aconteceu a fusão das duas Federações. A Federação Fluminense de Judô (FFJ) e a Federação Guanabarina de Judô (FGJ), que a partir desta data começou a se chamar Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro (FJERJ), sendo outorgada em Assembléia Geral.

Hoje, com 57 anos, a FJERJ é um exemplo de dedicação e competência na realização de grandes eventos e na formação de grandes atletas.

Parabéns a todos os presidentes, dirigentes, funcionários, atletas e colaboradores que fizeram e que fazem parte desta grande instituição. Parabéns Judô Rio!

Fonte de pequisa: 

O Judô no Rio de Janeiro - Origem e trajetória - Professor MS. Paulo Fernando Tenório Wanderley - 2001

"Porque nós pelo Espírito da fé aguardamos a esperança da justiça." Gálatas 5:5

JudoCam /JUDO TRADICIONAL GOSHINJUTSUKAN
JudoCam

Mais...

Buscas

Todas as notícias