Solidariedade

FJERJ e Secretaria Municipal de Cultura do Rio doam cestas básicas para famílias de judocas

143.V

Divulgação
Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes

Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes

Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes Ação aconteceu na última semana e beneficiou 44 famílias de alunos e professores de quatro clubes

A solidariedade tem aflorado nesses tempos de isolamento social por conta da pandemia de coronavírus (COVID-19). E a Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro entrou nesse movimento. Estabeleceu uma parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro e conseguiu um número maior de cestas básicas, podendo prover alimento para 44 famílias de judocas que estão em situação de vulnerabilidade social por conta da quarentena.

“A campanha foi um sucesso, apesar de algumas adaptações. Pensamos primeiramente em kodanshas e professores, mas como, felizmente, não tivemos muitos pedidos, pudemos abrir as inscrições para família de alunos e fizemos as doações para muitas famílias da Zona Oeste e do Complexo do Alemão. Seguimos o exemplo de grandes instituições que estão tentando trazer um pouco de alívio para quem mais precisa num momento tão difícil”, disse o presidente Jucinei Costa.

As famílias escolhidas foram indicadas pelas próprias agremiações que receberam um Ofício da Federação no dia 08 de maio. Entre os beneficiados estão 24 famílias indicadas pela professora Silvana Nagai, da Associação Nagai; oito pelo professor Hélio de Oliveira, da Associação Zoshikan Hélio de Oliveira, e nove pelo professor Fragoso, do Judô Fragoso, ambos na Zona Oeste; além de uma família indicada pelo professor Lapinha, do Instituto Reação; e duas pelo professor Lucas Ribeiro. As entregas foram feitas pelo professor Antônio Júnior, da Academia Projeção, e por Débora Palmeira, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, que fez a mediação das doações junto à Secretaria Municipal de Cultura nos dias 15, 16 e 21 de maio.

“Considerando uma grande doação de cestas básicas que a Sportingbet realizou para algumas Secretarias da Prefeitura do Rio, dentre elas a Secretaria Municipal de Cultura (SMC), a Débora identificou uma oportunidade de conseguir o apoio da SMC. Ela, então, fez a intermediação do contato, através do meu pedido, e pudemos realizar as doações em conjunto com a FJERJ”, disse o professor.

“Temos muito a agradecer a Federação de Judô do Rio de Janeiro e a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro por essa cesta. Muito obrigado”, disse Patrícia, mãe de Gustavo, um dos alunos da Associação Nagai. A família recebeu a cesta na Associação de Moradores de Malacacheta, no Complexo do Alemão.

“Tivemos uma adesão muito boa, maior do que imaginávamos. Mas graças a essa parceria com a Secretaria Municipal de Cultura conseguimos atender a todos que estavam precisando. Agradecemos o apoio da SMC e desejamos resiliência, um dos fundamentos do judô, para que todas possam passar por esse momento”, completou Jucinei.

www.judorio.org
Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias