Doação de tatamis e judogis

Instituição de Kosei Inoue doa tatamis e judogis para a Federação Paranaense de Judô

412.V

Reprodução/FPrJ
Masahiro Takagi, cônsul-geral do Japão em Curitiba, acredita que a doação sirva para fortalecer o judô paranaense e brasileiro

Masahiro Takagi, cônsul-geral do Japão em Curitiba, acredita que a doação sirva para fortalecer o judô paranaense e brasileiro

No dia 27 de agosto, foram entregues 100 judogis e 91 peças de tatamis vindos diretamente de Tóquio, doados pela JUDOs, instituição sem fins lucrativos presidida por Kosei Inoue, técnico da seleção masculina japonesa e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000. A cerimônia de entrega aconteceu no dojô da Associação de Judô Iwashita. O Consulado Geral do Japão em Curitiba e o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão colaboraram na viabilização da intermediação e nos trâmites aduaneiros.

Os tatamis foram direcionados à Associação de Judô Iwashita, projeto social que contempla mais de 120 jovens. Já os judogis serão distribuídos entre as turmas que fazem parte do Escola + Esporte = 10 (EE10). Esse projeto, desenvolvido pela Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ), estimula a prática esportiva ao longo do ensino fundamental para que os jovens cheguem ao ensino médio e permaneçam no esporte. O projeto oferece desde modalidades convencionais até olímpicas.

Além de aproximadamente 10 judocas, compareceram à cerimônia de entrega dos tatamis e judogis o cônsul-geral do Japão, Masahiro Takagi; o vice-cônsul geral do Japão, Kenji Ishida; o presidente da Federação Paranaense de Judô (FPrJ), Luiz Hisashi Iwashita; o secretário de Esportes, Lazer e Juventude de Curitiba (SMELJ), Emílio Antônio Trautwein; o professor kodansha hachi-dan (8º dan) Macoto Yamanouchi; o coordenador de eventos da FPrJ, Carlos Kussumoto; e o professor faixa preta go-dan (5º dan) Neury Tussolino.

“A história do judô no Brasil é longa. O Brasil possui mais praticantes do que o Japão. Neste sentido, gostaria de expressar minha mais profunda gratidão e respeito pela contribuição da Federação Paranaense de Judô, dos diversos mestres e das academias como a Associação de Judô Iwashita. Espero que essa doação sirva para fortalecer o judô paranaense e brasileiro e para fortalecer os laços de amizade entre os dois países Brasil e Japão”, ressaltou Masahiro Takagi.

Em nome da FPrJ, Iwashita agradeceu a doação dos judogis feitas por meio do projeto EE10 do governo municipal. Para ele, este foi um presente para o judô paranaense porque muitas crianças não possuem judogi para a prática do judô. Mas, agora, algumas terão oportunidade de treinar com um uniforme de muita qualidade. “É um ganho gigantesco para desenvolver o projeto EE10 e apoiar o judô do nosso Estado”, apontou o presidente da FPrJ.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias