Convocado

Árbitro brasileiro é convocado para chefiar natação paralímpica no Parapan 2023

278.V

Divulgação

A arbitragem paralímpica do Brasil ganhou recentemente mais um motivo para celebrar o Dia do Árbitro, oficializado neste 11 de setembro. O árbitro brasileiro de natação paralímpica Alexandre Garrafa foi convocado pela federação internacional World Para Swimming (WPS, em inglês) para ser delegado técnico nos Jogos Parapan-americanos 2023, que serão realizados em Santiago, no Chile. Esta é a segunda vez na carreira que exercerá a função – a primeira foi em Lima 2019.

Primeiro árbitro de natação paralímpica do Brasil a ter formação internacional (desde 2008), Garrafa terá novamente a responsabilidade de gerenciar todo o processo de organização e infraestrutura que a natação terá na competição em território chileno. Fará a gestão sobre processos como transporte, mobilidade, acessibilidade, lounges para os atletas, salas de classificação, calendário de provas e treinos, entre outros aspectos.

Além disso, nos próximos anos, o árbitro brasileiro vai ministrar cursos de arbitragem para os juízes chilenos que vão atuar no Parapan e demais integrantes relacionados à modalidade do Comitê Paralímpíco Chileno.

"É um reconhecimento internacional do nosso trabalho realizado ao longo de todos esses anos na arbitragem brasileira. Agradeço ao Comitê Paralímpico Brasileiro pelo treinamento e incentivo que recebi durante todo o meu período de formação e atuação como árbitro", afirmou.

O CPB, por meio da sua área de Educação Paralímpica, oferece cursos gratuitos de arbitragem em natação e atletismo. Recentemente, foram abertas inscrições para profissionais de Educação Física que residem nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. Saiba mais aqui.

Esta será a quinta vez que Garrafa fará parte de arbitragem em Jogos Parapan-americanos. Além de coordenador de árbitro no Rio 2007, foi auxiliar de delegado técnico em Guadalajara 2011 e Toronto 2015 antes de se tornar delegado técnico pela primeira vez na competição do ano passado.

Já em Jogos Paralímpicos, atuou em Londres 2012 também como auxiliar de delegado técnico e como gerente de esporte no Rio 2016. Para Tóquio 2020, foi convocado para atuar como árbitro.

Ao todo, serão cerca de 50 árbitros de natação, entre chilenos e internacionais, que vão participar dos Jogos Parapan-americanos no Chile.

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias