Esgrima

Esgrima: Renzo Agresta avança no Mundial de Kazã

2091.V

Osvaldo F./Contrapé
Renzo Agresta classificou-se entre os 64 melhores do Mundial de Kazã no sabre e, agora, volta a competir na próxima sexta-feira (19.07)

Renzo Agresta classificou-se entre os 64 melhores do Mundial de Kazã no sabre e, agora, volta a competir na próxima sexta-feira (19.07)

Especialista em sabre e 15º colocado do ranking mundial, o brasileiro teve a bagagem extraviada na Rússia e competiu nesta terça-feira (15.07) com material emprestado

O esgrimista Renzo Agresta conquistou, nesta terça-feira (15.07), vaga na segunda etapa do Mundial de Esgrima de Kazã, na Rússia. Especialista no sabre e 15º do ranking mundial da Federação Internacional de Esgrima, o brasileiro teve que driblar um imprevisto para competir: por conta de um extravio de bagagem, ele teve que disputar o combate desta terça-feira com material emprestado.

No último combate do dia, Renzo derrotou o bielo-russo Aliaksei Likhacheuski por 15 a 14 e, com isso, se garantiu entre os 64 melhores do torneio mais importante da temporada. O esgrimista está em Kazã desde o dia 10 de julho, mas sua bagagem, com roupas e armas, ainda não chegou. O extravio aconteceu na viagem da Itália — estava treinando em Fórmia — para Kazã, na Rússia.

“Para mim, o principal desafio mental do ano foi conseguir essa classificação, uma vitória que vai ficar marcada”, comemorou Renzo após derrotar o bielo-russo Aliaksei Likhacheuski por margem mínima. “Foi um jogo marcado por altos e baixos, em que usei o coração para superar um dia tecnicamente difícil. Não poder competir com o meu material me deixou muito irritado nos últimos dias e também me compliquei um pouco na fase das poules (classificatória), num grupo teoricamente fácil. Ainda bem que tudo deu certo”, continuou o brasileiro.

Neste primeiro dia de disputas em Kazã, Renzo também usou uniforme emprestado. O sabre, comprado pela Federação Internacional, é de uma marca diferente da que está habituado. “Sempre tem uma diferença. Fiz toda a temporada e a preparação toda para o Mundial com um equipamento e aqui não pude contar com ele. Fora que tem o desgaste mental e a ansiedade de esperar pela bagagem”, ressaltou Renzo, que fez questão de agradecer a todos os que se empenharam para que ele conseguisse o material para competir. “Queria deixar um agradecimento especial aos meus companheiros de equipe e àqueles, além dos treinadores, que me ajudaram a reunir o material para jogar hoje. De qualquer modo, o Mundial está só começando e o melhor está por vir”, declarou o esgrimista.

Renzo volta a competir no sabre individual nesta sexta-feira (18.07), a partir das 7h10 (horário de Brasília). Ele também vai disputar o sabre por equipes no dia 20 de julho, com início às 7h (de Brasília). “Com certeza, estarei mais forte, física e mentalmente. Fiquem na torcida!”, pediu o brasileiro.

www.brasil2016.gov.br
Assessoria do atleta

Mais...

Buscas

Todas as notícias