Tradutor/ Translate

Liderado por Fabi Simões, Inter vence Gre-Nal no Brasileiro Feminino

Foto: © Jota Finkler/Internacional/Direitos Reservados

A lateral Fabi Simões, que atua como atacante no Internacional, mostrou na noite deste domingo (20) porque é chamada de “Mulher Gre-Nal”. A camisa 7 foi o destaque da vitória por 2 a 1 no clássico com o Grêmio, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 14ª e penúltima rodada da primeira fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Foi dela o gol abriu o placar do sétimo triunfo das Gurias Coloradas sobre as rivais gremistas em 11 confrontos desde 2017, quando o Inter reativou o departamento de futebol feminino. As tricolores venceram somente uma vez. Fabi Simões esteve presente em quatro destes clássicos e chegou a significativos seis gols. A jogadora de 31 anos foi também a principal peça ofensiva da equipe da casa, revezando-se pelos dois lados do campo.

A vitória levou o Inter ao quarto lugar do Brasileiro, com os mesmos 27 pontos do Santos, que fica à frente pelo saldo de gols (11 a quatro). O Grêmio desceu para sexto lugar, com 24 pontos, superando a Ferroviária (que tem a mesma pontuação) por ter um gol a mais de saldo (seis a cinco).

A primeira oportunidade foi do Grêmio. No primeiro giro do ponteiro, a atacante Rafa Levis cabeceou na pequena área, rente à trave da goleira Vivi. As Gurias Gremistas se mantiveram no campo de ataque, mas foram as coloradas que balançaram as redes. Aos 22, Fabi Simões girou na entrada da área, escapou da marcação da volante Pri Back (que atuou na lateral) e da zagueira Andressa e chutou entre as pernas da goleira Raíssa. As visitantes se lançaram à frente pelo empate, mas o placar se manteve igual até o intervalo.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

O Inter voltou melhor para o segundo tempo, comandando as ações ofensivas, ainda que sem oportunidades tão claras. Aos 11 minutos, Fabi Simões foi lançada nas costas da zaga e ficaria na cara de Raíssa, mas foi marcado impedimento (que não existiu). A entrada da atacante Gabizinha no lugar da volante Tchula recolocou o Grêmio no jogo. A reação tricolor teve êxito. Aos 32 minutos, a lateral Gisseli avançou pela esquerda e cruzou para Laís Estevam, quase em cima da linha, completar para as redes.

Quando o momento parecia ser mais favorável às tricolores, o Inter chegou ao gol da vitória, com participação de duas jogadoras que saíram do banco. Aos 42 minutos, Grabias acionou a atacante Mileninha, que finalizou frente a frente com Raíssa para decretar o triunfo colorado.

A última rodada da primeira fase será disputada nesta quinta-feira (24), às 15h (horário de Brasília). O Inter visita o Real Brasília no estádio Serra do Lago, em Luziânia (GO). O Grêmio recebe o Botafogo no Vieirão, em Cerâmica (RS). Já classificadas ao mata-mata, as equipes gaúchas miram um posto entre os quatro primeiros para disputarem o jogo de volta das quartas de final em casa.

Goleadas decretam rebaixamentos

Os demais jogos deste domingo sentenciaram os rebaixamentos de Bahia e Napoli-SC à Série A2 (segunda divisão). As Mulheres de Aço foram derrotadas por 4 a 0 pelo Cruzeiro no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte. As catarinenses sofreram 8 a 0 do Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo. Foi a maior goleada da competição, superando o 8 a 2 do Corinthians sobre o São José, na sétima rodada.

Único time que ainda não venceu no Brasileiro, o Bahia é o lanterna, com quatro pontos. A despedida da Série A1 será diante do São Paulo, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA). O Napoli, três pontos e uma posição a frente das baianas, não pode mais alcançar o Minas Brasília, 12º colocado e primeira equipe fora do Z4. Pela última rodada, as catarinenses recebem o São José no Centro de Treinamento Água Amarela, em Chapecó (SC).

No Sesc Alterosas, o Cruzeiro abriu o placar aos seis minutos. A meia Vanessinha cruzou pela direita e a lateral Eskerdinha mandou de cabeça para as redes. Aos 29, Vanessinha foi lançada nas costas da zaga do Bahia e finalizou na saída da goleira Anna Bia. Na etapa final, a atacante Mariana Santos ficou com a sobra de um bate-rebate na área e marcou o terceiro, aos 18 minutos. Aos 44, a lateral Thalita bateu da intermediária e fez um golaço, no ângulo, definindo o placar.

As mineiras subiram para 12 pontos e deixaram a zona de rebaixamento. Na última rodada, as Cabulosas visitam o Santos na Vila Belmiro, em Santos (SP), e dependem somente de si para evitar a queda à segunda divisão.

Na capital paulista, o Palmeiras abriu 4 a 0 para cima do Napoli ainda no primeiro tempo. Aos dez minutos, a atacante Bia Zaneratto, artilheira do Brasileiro, driblou a goleira Gaby e fez o primeiro. Aos 13, a atacante Maria Alves cruzou pela direita e a volante Thaís concluiu para as redes. Aos 43, a lateral Bruna Calderan arriscou da intermediária, Gaby deu rebote na pequena área e a meia Duda Santos aproveitou para marcar o terceiro. Três minutos depois, Calderan levantou a bola pela direita e Thais, de cabeça, assinalou o segundo dela no jogo.

No segundo tempo, a meia Julia Bianchi bateu escanteio e a zagueira Agustina Barroso aumentou a vantagem alviverde. Aos 31, Maria Alves recebeu passe rasteiro da atacante Chu pela direita e mandou de primeira para o gol. Aos 35, a lateral Katrine cobrou o tiro de canto, Agustina desviou e a zagueira Tainara fez o sétimo. Nos acréscimos, Bia Zaneratto marcou o oitavo após tabelar com Chu. Foi o 13º gol da Imperatriz na competição.

As Palestrinas foram a 34 pontos, com a vice-liderança da primeira fase assegurada, mas sem chances de alcançar o Corinthians, primeiro colocado com 37 pontos e duas vitórias a mais. Na última rodada, o time alviverde visita o Minas Brasília no Abadião, em Ceilândia (DF).

Tricolor elimina Real Brasília

No primeiro jogo do dia, o São Paulo superou o Real Brasília por 2 a 0 no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia (SP). As Soberanas, já asseguradas na próxima fase do Brasileiro, foram a 26 pontos, na quinta posição, enquanto as Leoas do Planalto, estacionadas nos 15 pontos, em décimo, não têm mais chances de classificação às quartas de final.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Duda tabelou na intermediária e lançou a também meia Naná, que dominou na área, girou e mandou para as redes. Na etapa final, aos 26 minutos, Naná acertou a trave direita em batida de fora da área. A meia Carol ficou com o rebote e definiu o marcador para as tricolores.

Fonte: Agência Brasil/ Cláudia Soares Rodrigues (agenciabrasil.ebc.com.br)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.