Tradutor/ Translate

Dois recordes brasileiros marcam o II Meeting Rumo a Tóquio

Chayenne e Mariana, recordes no II Meeting Rumo a Tóquio
Foto: Wagner Carmo/CBAt

Dois recordes brasileiros marcaram as primeiras competições do II Meeting Rumo a Tóquio nesta quarta-feira (23/6), no Centro Nacional Loterias Caixa de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista, de Chayenne Pereira da Silva, nos  400 m com barreiras, e Mariana Grasielly Marcelino, no lançamento do martelo.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

O meeting, de classe D da World Athetics, foi organizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) para atletas com chance de obter índices ou melhorar a pontuação no ranking da corrida olímpica que fecha no dia 29/6. 

A carioca Chayenne, de 21 anos, correu os 400 m com barreiras em 55.70, quebrando uma marca que já tinha 12 anos e pertencia a Lucimar Teodoro, de 55.84, obtida em Belém, no Pará, em 24/5/2009. Chayenne, que fez a terceira melhor marca sul-americana do ano no Meeting, disse que o resultado aumentou sua expectativa em relação a possibilidade de qualificação pelo Ranking Mundial. “Eu foquei em fazer a minha melhor marca, em fazer o meu melhor. Saio muito satisfeita e agora com mais expectativa. Foi um passo importante”, disse Chayenne, que treina na Vila Olímpica de Santa Cruz e na pista do CEFAM, da Marinha, no Rio. 

O treinadora Marsele Mazoleni disse que estava esperando a marca há algum tempo, mas que Chayenne correu muitas vezes para chegar no resultado, o que causou um cansaço logo após o Sul-Americano e uma contratura na perna. “Depois que ela soltou e descansou sabia que sairia porque vinha fazendo isso nos treinos. Mas ela ainda pode pensar nos 54 segundos, nos 53 segundos e o foco é Paris/2024. Ir para Tóquio seria uma experiência incrível. A única maneira de prever o futuro é criá-lo.”

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Liliane Parrela ficou em segundo lugar, com 56.71, e Marlene dos Santos foi a terceira, com 57.98.

Mariana Grasielly Marcelino venceu o lançamento do martelo com 68,35 m, melhorando o seu próprio recorde brasileiro (67,45 m) que havia estabelecido no Troféu Brasil há 13 dias (10/6) e com grande vantagem para Anna Paula Magalhães Pereira, segunda colocada com 62,26 m, e de Ana Lays Bayer, terceira com 56,35 m. Mariana quebrou o recorde quatro vezes dentro da prova, com lançamentos de 67,78 m, 67,63 m, 67,68 m e 68,35 m.

“O meu objetivo é claro, de aumentar a minha pontuação e quanto melhor a marca melhor a pontuação”, disse Mariana, deixando claro que briga por uma das 32 vagas olímpicas disponíveis no lançamento do martelo para atletas de todo o mundo. “Consegui uma estabilidade muito boa nos lançamentos e gostaria de poder competir mais uma vez somando pontos.”

O presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Wlamir Motta Campos, disse que dois meetings foram realizados para realmente dar oportunidade para atletas que ainda tem possibilidade de qualificação olímpica. “A janela fecha dia 29 de junho e o atletismo pode ser, mais uma vez, a maior delegação do Brasil na Olimpíada, com 51 atletas”, disse Walmir, presidente do Conselho de Administração da CBAt. 

Todos os resultados do II Meeting Internacional Rumo a Tóquio podem ser conferidos pelo hotsite da competição TODOS OS RESULTADOS

A Prevent Senior Sports é patrocinadora do atletismo brasileiro para a entidade gestora do esporte e os atletas brasileiros, visando a saúde integral dos indivíduos e apoio às competições.

Fonte: CBAt (cbat.org.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.