Tradutor/ Translate

Serginho, Ricardo e Giovane Gávio entram para lista de lendas da modalidade

Serginho entrou para o Hall da Fama da classe de 2021 com Giovane Gávio e Ricardo
Foto: Divulgação/CBV

Os bicampeões olímpicos Serginho e Giovane Gávio e o campeão olímpico Ricardo foram indicados na última quarta-feira (23.06) para ingressar ao Hall da Fama do voleibol mundial, junto com outros seis nomes da modalidade. A cerimônia de nomeação da “classe 2021” será realizada na instituição, em Massachusetts (Estados Unidos), em outubro de 2021.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Além dos brasileiros também foram indicados neste ano o russo Sergey Tetyukhin, a cubana naturalizada italiana Aguero, os americanos Clayton Stanley, Logan Tom e Todd Rogers e o luxemburguês André Meyer, ex-presidente da Confederação Europeia de Voleibol.

O ex-líbero Serginho que tem no currículo quatro medalhas olímpicas, além de inúmeras outras conquistas, comentou sobre a emoção de receber mais um reconhecimento por uma carreira emblemática no esporte brasileiro.

“Fico feliz de estar representando o voleibol brasileiro no Hall da Fama. Outro motivo de felicidade é o fato de eu ter sido um líbero. Espero que isso sirva de motivação para outros jogadores da minha posição. Quero que os líberos também busquem isso, o reconhecimento dessa posição. A felicidade é muito grande. Não é uma vitória só minha, mas de todos que estiveram do meu lado, os técnicos e atletas que tive a oportunidade de conviver e jogar ao lado e contra em todos esses anos”, disse Serginho.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

O campeão olímpico em Barcelona/92 e Atenas/04, Giovane Gávio, hoje técnico da seleção brasileira sub-21 masculina, também celebrou a conquista.

“Isso é muito bacana. É mais um momento especial na minha vida. É uma conquista para o voleibol brasileiro, por serem três atletas do Brasil nominados. Fico muito honrado de estar ao lado do Serginho e do Ricardo. São pessoas extraordinárias dentro e fora da quadra. Espero que possamos servir de exemplo para as novas gerações. É bom reviver o passado para inspirar o presente. Penso que essa é a nossa missão. É um momento de muita alegria. Tenho que agradecer a todos os envolvidos na minha carreira”, afirmou Giovane.

Campeão olímpico em Atenas/04, ao lado do paranaense Emanuel, Ricardo, que tem outras duas medalhas olímpicas na carreira, também mostrou muita alegria pela honraria recebida pelo Hall da Fama.

Serginho, Giovane, Ricardo se juntam a Giba, Emanuel, Zé Marco, Fofão, Renan Dal Zotto, Bebeto de Freitas, Nalbert, Sandra Pires, Adriana Behar, Shelda, Maurício Lima, Ana Moser, Carlos Arthur Nuzman, Bernard e Jackie Silva outros brasileiros que integram o Hall da Fama do voleibol mundial.

O Hall da Fama do vôlei foi criado em 1985 e, só a partir de 1998, passou a receber atletas de fora dos Estados Unidos. Atualmente conta com 135 personalidades de 23 países entre atletas, técnicos e dirigentes que contribuíram para o desenvolvimento da modalidade.

Fonte: CBV (cbv.com.br)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.