Tradutor/ Translate

Com lista definida para o Mundial, sub-20 feminina embarca para o Campeonato Mundial

Seleção sub-20 vai disputar o Mundial na Holanda e na Bélgica
Foto: Divulgação/CBV

A seleção brasileira sub-20 feminina entrou na reta final de preparação para o Campeonato Mundial da categoria, que será realizado de 9 e 18 de julho em Roterdã (na Holanda) e em Kortrijk (na Bélgica). Com a lista de 12 atletas para a competição definida, a equipe comandada pelo técnico Hairton Cabral viaja nesta quinta-feira (01.07) para a Bélgica, onde disputa três amistosos antes da estreia na competição.: nos dias 3 e 4 de julho contra a seleção belga, e no dia 5 contra a Itália.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

A lista para o Mundial tem as levantadoras Maria Clara Albrecht Carvalhaes, Istefani dos Santos; as centrais Lívia dos Santos Gomes Lima, Katia Larissa Machado e Emilly da Silva Nunes; as ponteiras/opostas Stephany Gomes, Ana Luiza Rüdiger, Ana Cecília Lopes, Marcelle de Arruda Mattos, Carolina Grossi e Jaqueline Schmitz; e a líbero Letícia Moura.

“A ansiedade vai ficando maior, a gente fica esperando começar logo, mas a preparação está muito boa, todo mundo muito concentrado e focado nos treinamentos. A expectativa é muito boa, as meninas vêm treinando muito bem, se dedicando muito. Então a expectativa é fazer o melhor trabalho e trazer o melhor resultado para nosso país. Não tivemos amistosos, serão apenas esses na Bélgica, e tentaremos fazer os últimos ajustes lá antes do início do Mundial”, afirmou o técnico Hairton Cabral.

Depois de um atraso de pouco mais de um mês na apresentação da equipe, por conta da pandemia de COVID-19, a seleção está treinando desde o 17 de maio no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV) em Saquarema (RJ).

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

“A gente conseguiu fazer, antes da apresentação, duas semanas de trabalho remoto com a parte física, e a gente conseguiu minimizar um pouco. Não é a mesma coisa, mas conseguimos não perder tanto tempo depois da apresentação. O tempo que nós tivemos, agilizamos muita coisa, tomando decisões mais rápidas com relação à preparação e formação da equipe. O que importa é que as meninas tiveram uma dedicação muito grande, dando uma resposta muito boa. A gente tirou o atraso exatamente nisso, elas estão compensando no trabalho do dia a dia”, destacou Haiton Cabral.

Hexacampeã e maior vencedora do Campeonato Mundial sub-20 feminino, a seleção brasileira está no Grupo A da competição deste ano, ao lado da Holanda, da República Dominicana e de Ruanda.

“Coincidentemente é praticamente o mesmo grupo que foi no Mundial 2019. Nós pegamos na mesma chave República Dominicana e Ruanda, e, em 2019, tinha também o Japão. A gente sabe que Ruanda é um pouco mais fraco, mas vai ser mais fraco para todo mundo. O time da República Dominicana é sempre um time difícil, é um time forte, com uma característica muito parecida com a escola cubana, apesar de o técnico ser um brasileiro. E a equipe da Holanda a gente sabe que é um trabalho de base muito bem-feito, inclusive teve jogadoras disputando a Liga das Nações, é o time da casa e é sempre uma equipe muito forte”, analisou o treinador.

Fonte: CBV (cbv.com.br)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.