Tradutor/ Translate

CBGolfe e Comitê Paralímpico Brasileiro juntos no desenvolvimento do paragolfe

A Confederação Brasileira de Golfe (CBGolfe) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) vão atuar juntos para o desenvolvimento do paragolfe no país e o primeiro encontro na sede do Comitê, em São Paulo (SP), marcou nesta semana o início desta parceria.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

+ Alexandre Rocha e Rafael Becker disputam etapa do circuito mexicano de golfe

Estiveram conversando, trocando informações e traçando os primeiros objetivos, Osmar da Costa Sobrinho, Presidente da CBGolfe, Juracy Barros, Diretora de Inclusão e Paragolfe da CBGolfe; e Mizael Conrado, Presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro e Marcos Antônio Garcia, Diretor de Operações do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro.

+ Luiza Altmann participa do Big Green Egg Open, nos Países Baixos

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

“Foi um encontro extraordinário e uma parceria muito importante para o crescimento do paragolfe. Um marco para nosso esporte. CBGolfe e CPB trabalhando em parceria para projetos inéditos no Brasil”, comemora Osmar da Costa Sobrinho.

+ Inscrições grátis para o 31º Campeonato Brasileiro Amador Pré-Juvenil e Juvenil

Meu primeiro trabalho na CBGolfe foi promover o encontro dos dois presidentes, disse Juracy Barros. ” O centro paralímpico foi colocado à nossa disposição para o desenvolvimento do paragolfe, que é um marco para o desenvolvimento do paragolfe. Nosso primeiro passo será o levantamento de todos os projetos e profissionais que já fazem trabalhos com PCDs no Brasil. Vamos estudar formas de apoiá-los e ampliá-los”, completa Juracy Barros.

+ Alexandre Rocha conquista o terceiro lugar no Banco del Pacifico Open, no Equador

O Comitê Paralímpico Brasileiro é a entidade que rege o paradesporto no Brasil. Além da função de Comitê nacional, o CPB atua como Confederação Nacional de cinco modalidades esportivas paralímpicas: atletismo, esgrima em cadeira de rodas, halterofilismo, natação e tiro esportivo.

Foto (esquerda para direita): Marcos Antônio Garcia, Juracy Barros, Mizael Conrado e Osmar da Costa Sobrinho

Fonte: CBG (cbg.com.br)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.