Tradutor/ Translate

Luisa Stefani e Laura Pigossi conquistam o Bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Luisa Stefani e Laura Pigossi entram para a história do tênis brasileiro com a conquista da Medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Luisa Stefani e Laura Pigossi conquistam o Bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

A história do tênis brasileiro ganhou um capítulo especial neste sábado. Luisa Stefani e Laura Pigossi colocaram as digitais na biografia do esporte brasileiro ao vencerem as russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina, conquistando a primeira medalha do país na modalidade nos Jogos Olímpicos. O bronze representa a consagração da parceria que brilhou em Tóquio-2020.

+ Evandro e Bruno Schmidt vencem e seguem invictos

+ Brasil vira sobre os Estados Unidos e vence por 3 a 1

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

+ Mayra Aguiar vence sul-coreana e conquista sua terceira medalha de bronze em Jogos Olímpicos

A trajetória até a medalha olímpica não foi fácil. Pelo caminho as brasileiras tiveram de superar atletas da elite do circuito internacional, campeãs e finalistas de Grand Slams nos últimos anos. O primeiro triunfo foi sobre as canadenses Sharon Fichman/Gabriela Dabrowski. Depois veio a vitória sobre as tchecas Marketa Vondrousova/Karolina Pliskova. Nas quartas de final, um desafio ainda mais difícil contra as norte-americanas Bethanie Mattek-Sands/Jessica Pegula. E nem mesmo a derrota na semifinal para as suíças Belind Bencic/Viktorija Golubic foi capaz de tirar o brilho desta façanha do esporte nacional.

+ Rebeca Andrade conquista a primeira Medalha Olímpica da Ginástica Artística Feminina para o Brasil

Hugo Calderano joga bem, mas cai nas quartas de final do tênis de mesa

Leo de Deus atinge melhor marca pessoal, primeira final e termina em sexto nos Jogos Olímpicos

“Ainda não caiu a ficha do quanto isso é importante. Entramos na competição de última hora, aos 45 do segundo tempo, e fizemos valer à pena. Aproveitamos cada momento, cada partida, para representar o tênis brasileiro da melhor maneira e estamos muito felizes de trazer a medalha para casa”, comemora Luisa Stefani.

+ Portela e Macedo ainda podem buscar medalha com equipes no sábado

Luisa Stefani e Laura Pigossi fazem história em Tóquio-2020

“Nós nunca deixamos de acreditar que podíamos. Desde que recebemos a confirmação da classificação, sabíamos que poderíamos jogar de igual para igual contra todas que estão aqui. A derrota na semifinal foi muito dura, mas tivemos forças para reorganizar, juntar energias e defender as cores do Brasil da melhor maneira”, completa Laura Pigossi.

Keno Marley atropela chinês e está nas quartas de finais em Tóquio 2020

Ana Patrícia e Rebecca acabam superadas por dupla da Letônia

A partida decisiva pela medalha seguiu o roteiro traçado pelas brasileiras durante toda a competição, com requintes de resiliência e determinação. Depois de um primeiro set em que começaram pior e precisaram lutar para equilibrar o duelo, Laura e Luisa viram as russas vencerem a primeira parcial por 6/4. Mas a reação brasileira não foi interrompida e, depois da quebra no primeiro serviço das rivais no segundo set, devolveram a parcial de 6/4 para levar a decisão para o super tie-break.

Resultado inédito para o tênis de mesa do Brasil conquistado por Hugo Calderano

Seleção brasileira de futebol feminina se garante nas quartas ao vencer a Zâmbia

O terceiro set foi ainda mais emocionante. Stefani/Pigossi chegaram a ficar 5-9 atrás no placar, com quatro match points para as atletas do Comitê Olímpico Russo. Além de salvarem as quatro chances, elas mantiveram o ritmo para fechar em 11-9 e confirmar o bronze histórico. O duelo no Ariake Tennis Park tede duração de 2h11min.

Rayssa Leal conquista a medalha de prata e se torna a atleta mais jovem do Brasil a subir em um Pódio Olímpico

Laura Pigossi e Luisa Stefani brilham e chegam às quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Abner Teixeira vence Cheavon Clarke, da Grã-Bretanha na sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Até hoje, a melhor participação brasileira nos Jogos Olímpicos havia sido o quarto lugar de Fernando Meligeni em Atlanta-1996. Luisa Stefani e Laura Pigossi escreveram um novo capítulo não apenas para o esporte do país, mas também da América do Sul. Apenas duas vezes na história atletas do continente subiram no pódio feminino da competição, com as argentinas Gabriela Sabatini (prata em Seul-1988) e Paola Suarez/Patricia Tarabini (bronze em Atenas-2004).

É OURO!!! É OURO!!! É OURO!!! Italo Ferreira conquista o primeiro ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Jaqueline Mourão se despede dos Jogos Olímpicos de Tóquio igualando o recorde de participações olímpicas

+ Seleção feminina vence República Dominicana e consegue segunda vitória nos Jogos Olímpicos de Tóquio

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

“Esse é um sentimento muito especial, por tudo que a gente trabalhou. Só de estar aqui, vivendo esse sonho juntas, é algo único para se compartilhar. Queremos deixar o exemplo para que os tenistas do Brasil acreditem e trabalhem muito, trabalhem duro e com amor, pois o resultado é uma consequência”, destaca Stefani. “Você pode até não ser favorito, mas acreditar até o fim vale à pena”, finaliza Pigossi.

+ Handebol feminino vence a Hungria nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Com chuva, Triatletas disputam prova feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio

+ Fernando Scheffer conquista a medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio

A Confederação Brasileira de Tênis tem o patrocínio do BRB, Patrocinador Master do Tênis do Brasil, da Wilson, da W A Sport, do Grupo La Pastina e da Maniacs Roupas Esportivas. Apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Siga tudo sobre a CBT em www.cbtenis.com.br, www.facebook.com/cbtoficial, www.twitter.com/cbtenis, www.instagram.com/cbtoficial e www.flickr.com/cbtenis.

Vôlei de Praia dos Jogos Olímpicos de Tóquio movimenta a madrugada brasileira

Avancini larga bem e registra melhor resultado da história do MTB nos Jogos Olímpicos

Fernando Scheffer vai à final dos 200m livre e termina em oitavo no Revezamento 4x100m livre dos Jogos Olímpicos de Tóquio

+ Fonte: CBT (cbt-tenis.com.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.