Rivalidade acirrada, histórico e jogadores de peso: os elementos de Flamengo x Franca pelo Super 8

Rivalidade acirrada, histórico e jogadores de peso: os elementos de Flamengo x Franca pelo Super 8
Gustavo De Conti afirmou que o Flamengo oscilou pouco no 1º turno
Foto: Wilian Oliveira/CAP

Para Marquinhos, capitão e principal nome do elenco rubro-negro nos últimos anos, a expectativa é que daqui para frente a equipe só tenha o que melhorar e evoluir.

AMIGO LEITOR

Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico.
Venha fazer parte desta família.
Colabore com a divulgação dos esportes.
Não deixe essa chama apagar.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro
Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

“Acho que a gente sempre quer melhorar e com certeza vamos melhorar nesse 2º turno. Tivemos duas derrotas que tínhamos a possibilidade de ganhar, mas nos perdemos durante o jogo e acabamos sendo superados. Olhando pelo lado positivo também, tivemos partidas que não jogamos tão bem e conseguimos ganhar, então acho que foi um primeiro turno bom, mas a gente deve melhorar e agora o foco é total no Super 8”, disse o ala, que completou:

“O time também teve casos de Covid-19, alguns jogadores foram sacrificados na questão de minutos em quadra. A equipe teve questões de lesões, como no meu caso, que perdi cinco jogos e viagens, momentos importantes. Então, como falei, nesse segundo turno temos tudo para fazer melhor do que no primeiro”, afirmou.

Judô Tênis

+ União Corinthians apresenta equipe adulta de basquete nesta sexta-feira

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Em defesa do título

Do outro lado, o Franca vem em busca do bicampeonato da competição, com o primeiro título conquistado ainda antes da paralisação do basquete brasileiro devido à pandemia causada pela Covid-19. Agora, um ano depois, a equipe volta a competição com a missão de defender o título conquistado justamente sobre o rival de sábado, o Flamengo.

Dessa vez, após o término do primeiro turno, as situações de Franca e Flamengo são distintas, com a equipe francana anotando uma campanha de oito vitórias em 15 jogos e aproveitamento de 53,3%.

Helinho Garcia tentará levar o Franca para o segundo título consecutivo da Copa Super 8
Foto: Marcello Zambrana/LNB

Mesmo com isso, Helinho Garcia, técnico do Franca, acredita em dias melhores na equipe da Capital do Basquete.

“Olha, o primeiro turno foi de altos e baixos, acho que em função até de fatores extra quadra, como jogador com Covid-19, título Paulista com NBB logo em seguida, chegada de estrangeiros no final do 1º turno. Mas a equipe mostrou em grandes jogos, às vezes até perdendo, a sua força, sua cara. Isso nos dá confiança e nos motiva para buscar um caminho de crescimento no segundo turno e, mais do que isso, chegarmos fortes nos playoffs”, disse o treinador, que completou:

“É uma equipe que tem uma cara, unida e com jogadores trabalhadores. Já demonstramos tanto no título do Paulista, na semifinal e na final, como em grandes jogos do NBB, que nós temos um sistema produtivo, com uma defesa focada e consistente em vários momentos. Mas ainda precisamos de mais consistência. O foco agora é esse”, disse.

Helinho Garcia busca mais consistência com o Franca nessa temporada
Foto: Marcello Zambrana/LNB

Pensando no Super 8, Helinho já tem uma estratégia traçada para tentar parar o Flamengo, que vem em boa fase. Segundo o treinador francano, diminuir o volume de jogo do rubro-negro carioca é um dos fatores determinantes para que Franca saia de quadra com um resultado positivo e a vaga na próxima fase.

“Os aspectos mais importantes do jogo contra o Flamengo, está na consistência defensiva e na garantia do rebotes de defesa para que a gente possa minimizar o volume de jogo que o Flamengo tem. Fazendo isso, igualando, podemos surpreendê-los”, frisou.

+ NBA reforça protocolo de combate ao novo coronavírus

Rivalidade acirrada

Nos últimos anos, Franca e Flamengo acirraram a rivalidade do duelo de uma maneira gigantesca, com direito a decisões entre os dois times em diversas situações. Desde a temporada 2018/2019 já são três finais, sendo duas de Copa Super 8 (2018/2019 e 2019/2020) e uma do NBB (2018/2019)

Quem leva vantagem até aqui é o Flamengo, que venceu o NBB 2018/2019 e a Copa Super 8 2018/2019, com vitória na casa dos francanos nas duas oportunidades. A vingança da equipe da capital do basquete veio na última edição do Super 8, quando bateram o Flamengo no Rio de Janeiro e levaram a taça da competição para casa.

Agora nas quartas de final, mais uma vez as equipes estarão frente a frente em uma decisão. Velho conhecido do Franca ainda na época em que atuava pelo Paulistano, Yago Mateus, agora armador do Flamengo, relembrou o “carinho” da torcida francana nos jogos em que enfrentou a equipe e reforçou o peso de jogar uma partida decisiva desse calibre.

“Sem dúvidas, é uma partida que todos jogadores querem jogar. É um grande desafio que temos pela frente. Motivado sempre estou, ainda mais jogando num clube como o Flamengo. Sobre o carinho… sempre fui muito bem recebido lá (risos). Sei que me respeitam, existe uma rivalidade enorme, mas que fica na quadra. Eu respeito muito a equipe e sua história”, reiterou.

Yago, agora no Flamengo, é um velho conhecido do Franca
Foto Marcello Zambrana/LNB

Para o ala/pivô Lucas Dias, do Franca, mesmo com as oscilações da equipe no 1º turno, o duelo contra o Flamengo deve ser duro, já que o time francano se preparou bastante nesse período que antecedeu a competição.

“Desde a primeira bolha, em Mogi, temos oscilado um pouco nos resultados. Perdemos para o Flamengo no primeiro turno em uma partida que não foi o basquete que estamos acostumados a apresentar. Mas tivemos bastante tempo para treinarmos, ajustarmos algumas coisas. Precisamos ter uma constância na competição, jogando um jogo bem e outros dois não tão bons. Sabemos que temos que ter uma constância durante o jogo se quisermos conquistar a vitória. Será um grande jogo, nos preparamos bastante nos últimos treinos para mentalmente pensar no time que poderíamos enfrentar no Super 8. O Flamengo é um time de muito potencial, mas a gente se preparou bastante para fazer um grande jogo”, disse.

Segundo Lucas Dias, Franca se preparou bem para fazer um grande jogo
Foto: Marcello Zambrana/LNB

+ Técnico da Seleção feminina, José Neto ganha título em Angola com o Petro

Marquinhos, pelo lado do Flamengo, esteve em todas as decisões recentes contra o Franca, se destacando nas Finais do NBB e da Copa Super 8 2018/2019, esta última quando foi eleito MVP da Final. Para o jogador, com experiência de sobra no duelo, a decisão contra o Franca nessa Copa Super 8 não dá margem para erros.

“Sim, estive nas duas últimas finais (Super 8). Uma a gente venceu, outra a gente perdeu, e Franca é o grande rival do Flamengo nesses últimos três anos. Começar um Super 8 contra uma grande equipe já motiva muito. É um campeonato de tiro curto, que não tem margem pra erro, então a gente vem treinando há praticamente duas semanas e melhoramos a questão física, que foi bem sacrificada nesse primeiro turno com 15 jogos em praticamente 50 dias. Tivemos um tempo agora pra treinar e melhorar a parte física coletivamente, e teremos um grande teste já contra Franca. Espero que possamos colocar tudo que treinamos em quadra para sairmos vitoriosos nesse primeiro jogo das quartas e avançar para a semifinal”, disse o ala rubro-negro.

O NBB é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e em parceria com a NBA e o CBC, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Nike, Penalty, Plastubos, EY, Betmotion, IMG Arena e Genius Sports.

+ Presidente Delano Franco e vice Carlos Donzelli anunciam a diretoria normativa da Liga Nacional de Basquete para o ciclo 2021 – 2022

Fonte: NNB (lnb.com.br)

Share