Tiro Esportivo

Tiro esportivo classifica 27 países para os Jogos Olímpicos Rio 2016

48.V

ISSF
Chinês Yang Haoran foi o primeiro atleta a classificar seu país para os Jogos Rio 2016 no tiro esportivo

Chinês Yang Haoran foi o primeiro atleta a classificar seu país para os Jogos Rio 2016 no tiro esportivo

Campeonato Mundial definiu 64 das 390 vagas do esporte no maior evento esportivo do mundo

O tiro esportivo já tem 27 países garantidos nos Jogos Olímpicos Rio 2016. As primeiras 64 vagas foram asseguradas no Campeonato Mundial, realizado em Granada, na Espanha, e finalizado nesta sexta, com a definição dos primeiros classificados para a inédita edição Olímpica na América do Sul. Mais de 2.000 atletas de 96 países participaram da competição.
A China foi o país mais bem sucedido no Campeonato Mundial, com nove vagas Olímpicas obtidas. Também alcançaram a classificação Coreia do Sul, Alemanha, Itália e Rússia (com cinco vagas cada), França e Eslováquia (três cada), Austrália, Bielorrússia, Espanha, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Noruega, Sérvia, Ucrânia e Vietnã (duas cada), além de Bulgária, China Taipei, Coreia do Norte, Croácia, Dinamarca, Egito, Eslovênia, Hungria, Índia, República Tcheca e Turquia (uma cada).
As vagas obtidas são destinadas aos Comitês Olímpicos Nacionais de cada país, que decidirão quais atletas irão ocupá-las nos Jogos Rio 2016.
A primeira vaga Olímpica do tiro esportivo nos Jogos Rio 2016 foi conquistada na prova da carabina de ar 10m masculino, pelo chinês Yang Haoran. Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude deste ano, em Nanquim, na China, o jovem de 18 anos teve 1.9 pontos de vantagem sobre o vice-campeão Nazar Louginets, da Rússia, na fase decisiva em Granada.
“Estou honrado de ter conquistado a primeira vaga Olímpica em jogo para a China. O Campeonato Mundial é uma grande competição. Os melhores atiradores do mundo estão aqui. Eu senti a pressão das disputas no começo da final, mas consegui evitar os erros e terminar em primeiro lugar”, comemorou o chinês.
Outro asiático, o sul-coreano Jin Jong-Oh, dono de três ouros Olímpicos, também brilhou no Campeonato Mundial. O veterano de 34 anos venceu as provas da pistola de ar 10m e da pistola 50m, prova na qual quebrou o mais duradouro recorde mundial da história do tiro esportivo, estabelecido por Alexander Melentiev, da então União Soviética, nos Jogos Olímpicos de Moscou, em 1980.
“Vencer o campeonato Mundial é um grande feito para mim e estou muito feliz por ser o primeiro sul-coreano a garantir uma vaga para o nosso país nos Jogos Rio 2016. O caminho até os Jogos Olímpicos ainda é longo. Terei que manter os bons resultados por dois anos para chegar lá”, diz Jin, que não encontrou palavras para descrever a histórica quebra do recorde, obtida com a marca de 583 pontos, dois a mais que o recorde do soviético.
“Desde que comecei a competir, em cada campeonato tentei alcançar este resultado. É fantástico”.

Brandy Drozd garantiu uma das duas vagas dos Estados Unidos com o ouro na prova do skeet (Foto: ISSF)

Na prova do skeet feminino, com apenas três vagas em jogo, o destaque foi a norte-americana Brandy Drozd, de apenas 20 anos, que conquistou seu primeiro título mundial e garantiu uma vaga para os Estados Unidos nos Jogos Rio 2016.
“Conquistar uma vaga para os Estados Unidos era o meu objetivo em Granada. Minha maior meta é estar nos Jogos Olímpicos e agora sei que tenho uma chance de ir. Se tudo correr bem, farei parte da equipe que estará no Rio”, destacou a jovem atiradora.
Outros 16 eventos classificatórios do tiro esportivo, de níveis continental e mundial, serão realizados entre 2014 e 2016, dando vagas a outros 302 atletas. As 24 vagas restantes serão definidas através de convites. País-sede, o Brasil tem nove vagas garantidas, cinco em provas masculinas e quatro em provas femininas.

Confira abaixo as vagas obtidas em cada prova:
Carabina de ar 10m masculino: Rússia (2), China (2), Bielorrússia e França
Carabina deitado 50m masculino: Austrália, Alemanha, Bielorrússia, Rússia e Itália
Carabina 3 posições 50m masculino: China, Ucrânia, Coreia do Sul, Noruega e Itália
Pistola de ar 10m masculino: Turquia, Rússia, China, Vietnã, Eslováquia e Bulgária
Pistola de tiro rápido 25m masculino: Coreia do Sul e Alemanha
Pistola 50m masculino: Coreia do Sul, Índia, China e Vietnã
Fossa Olímpica masculino: Eslováquia, Grã-Bretanha e Itália
Fossa double masculino: Estados Unidos e Itália
Skeet masculino: Rússia, França e Egito
Carabina de ar 10m feminino: Itália, China (2), Alemanha, Sérvia e Dinamarca
Carabina 3 posições 50m feminino: Alemanha, Croácia, Noruega, China e República Tcheca
Pistola de ar 10m feminino: Coreia do Sul, Ucrânia, China Taipei, Eslovênia, Espanha e Sérvia
Pistola 25m feminino: China, Coreia do Sul, Hungria, Coreia do Norte e França
Fossa Olímpica feminino: Alemanha, Espanha e Austrália
Skeet feminino: Estados Unidos, Grã-Bretanha e Eslováquia

www.rio2016.org
Rio 2016

Mais...

Buscas

Todas as notícias