Natação

Natação brasileira é campeã do Sul-americano, em Mar del Plata

1174.V

Satiro Sodré/CBDA
Equipe verde e amarela conquistou 51 medalhas no total, sendo 22 de ouro

Equipe verde e amarela conquistou 51 medalhas no total, sendo 22 de ouro

Natação brasileira é campeã do Sul-americano, em Mar del Plata, na Argentina

A seleção brasileira de natação conquistou o título do Campeonato Sul-americano absoluto, reunindo 12 seleções, na cidade de Mar del Plata, na Argentina, entre os dias 2 e 5 de outubro. Os argentinos ficaram na segunda posição, seguidos pelo Paraguai, terceiro colocado. Na última etapa os brasileiros conquistaram mais 13 medalhas (cinco ouros, seis pratas e dois bronzes) e contabilizando 51 medalhas no total, sendo 22 de ouro, 18 de prata e 11 de bronze.

Para o coordenador técnico da seleção masculina, Alberto Silva, o fator união foi fundamental para a manutenção deste título para o país. "Poucas vezes eu vi uma equipe tão voltada para o coletivo brasileiro como neste torneio. Incluindo comissão multidisciplinar. Todos que estavam representando o país aceitaram o desafio de se superar e tirar o máximo possível para fazer esse time campeão. Mesmo com as ausências de alguns nadadores, aqui fomos Brasil. Com esse espírito de união e com todos se ajudando a equipe só tende a crescer mais até 2016", comentou Alberto Silva.

Duas dobradinhas brasileiras, de ouro e prata, abriram a última noite de provas na piscina argentina. Na primeira disputa da noite, Graciele Herrmann (25s47) e Alessandra Marchioro (26s31), deixaram as adversárias para trás e levaram as duas primeiras posições. Logo na sequência, na decisão dos 50m costas, Guilherme Guido (25s46) e Fabio Santi (25s56), colocaram o Brasil novamente aos degraus mais altos.

Na terceira dobradinha do Brasil, Felipe França (2m13s99) e Thiago Simon (2m15s32), garantiram as duas melhores posições na final dos 200m peito. Nos 100m costas, feminino, Etiene Medeiros (1m01s72) e Natalia de Luccas (1m02s85), nos 100m costas, garantiram pela quarta vez na noite, o Brasil nos dois primeiros lugares.

Em uma das provas mais empolgantes da etapa, os 100m livres masculino, o brasileiro Matheus Santana (50s06) conquistou a medalha de prata, somente atrás do argentino, Frederico Grabich (49s29), único a nadar na casa dos 49 segundos. Leonardo Alcover (51s92) ficou com a sexta posição, na prova. Matheus Santana é o atual recordista mundial junior e campeão olímpico da juventude, desta prova.

brasileira é campeã do Sul-americano, em Mar del Plata, na Argentina

timebrasil.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias