Hipismo

Em Barcelona Equipe de Rodrigo Pessoa, Doda Miranda, Pedro Veniss e M

2293.V

Divulgação/COB

Em Barcelona

Equipe de Rodrigo Pessoa, Doda Miranda, Pedro Veniss e Marlon Zanotelli fica na sexta posição e garante vaga na prova de sábado

A equipe de saltos do Brasil está na briga pela inédita medalha de ouro na grande final da Copa das Nações 2014, em Barcelona. Nesta quinta-feira (9), o time brasileiro foi às pistas e conquistou a sexta posição com 12 pontos perdidos, garantindo presença na prova decisiva da competição, no sábado (11), que definirá o campeão da temporada 2014.

A equipe é formada pelo campeão olímpico Rodrigo Pessoa/Status, Pedro Veniss/Quabri de L Isle, Marlon Zanotelli/AD Clouwni e Doda Miranda/AD Rahmannshof's Bogeno.

No ano passado, o Brasil conquistou a medalha de prata, apenas um ponto atrás da França. Holanda, atual campeã mundial, manteve a excelente fase e terminou o primeiro dia na liderança com zero pontos perdidos.

Os cavaleiros brasileiros tiveram um bom desempenho no difícil percurso desenhado pelo espanhol Santiago Varela. Cada conjunto cometeu apenas uma falta e terminou com 12 pontos após um descarte. A equipe do Brasil, chefiada pelo francês Jean-Maurice Bonneau, é a mesma que disputou os Jogos Equestres Mundiais e ficou a 0.23 pontos da medalha de bronze. Hoje em Barcelona, o Brasil deixou para trás equipes como França e Estados Unidos, que levaram a prata e o bronze, respectivamente, no Mundial da Normandia, e se classificou em sexto entre as oito equipes que passaram para a final de sábado.

"Estamos muito felizes por garantir o lugar na decisão. Acho que tivemos um bom dia, pois todos saltaram bem. Tivemos uma falta para cada cavaleiro, mas isso não tira a confiança da equipe. A prova não estava fácil e exigiu muita técnica. E, claro, tem a questão da pressão, que dificulta, e por isso vimos muitos cavaleiros comentando faltas hoje. Estamos motivados para buscar a medalha de ouro no sábado, pois temos um time sólido, com cavaleiros experientes e cavalos muito bem preparados", disse o medalhista olímpico Doda Miranda, primeiro cavaleiro do Brasil a entrar na pista.

Os holandeses se classificaram na primeira colocação sem nenhum ponto perdido, enquanto o segundo melhor resultado foi da Suécia, com 4 pontos. Alemanha, Bélgica e Canadá ficaram empatados na terceira posição, com 8 pontos perdidos cada. Itália e Brasil terminaram juntos na sexta posição e Grã-Bretanha, com 14 pontos perdidos completa a lista dos times que disputarão o título no sábado e a premiação 1,5 milhão de euros. Estados Unidos, Espanha, Austrália, França, Catar e Venezuela ficaram de fora da final e disputam na sexta-feira (10) a Challenge Cup.

Mais cedo, antes da disputa pela Copa das Nações, os brasileiros também competiram na prova Coca-Cola Trophy, ao cronômetro e com obstáculos a 1.45m. O destaque ficou por conta de Pedro Veniss, que saltou no dorso de Amemoi O Sandor e conquistou a segunda colocação da competição após completar sua volta sem cometer nenhuma falta em 65s78. O vencedor foi o canadense Eric Lamaze, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, que fez o tempo de 64s82, sem faltas.

Copa das Nações - Barcelona

1º) Holanda - 0 pontos
2º) Suécia - 4 pontos
3º) Alemanha, Bélgica e Canadá - 8 pontos
6º) Brasil e Itália - 12 pontos
8º) Grã Bretanha - 14 pontos

www.brasil.gov.br
Brasil 2016

Mais...

Buscas

Todas as notícias