Judô

Agora 3º Sargento, Charles Chibana exalta "experiência única" no Exérc

6431.V

Jorge Rodrigues/Globoesporte.com
Número do mundo dos meio-leves integra Programa de Atletas de Alto Rendimento junto com outros 16 judocas, que já passaram por estágio com direito a treino na selva.

Número do mundo dos meio-leves integra Programa de Atletas de Alto Rendimento junto com outros 16 judocas, que já passaram por estágio com direito a treino na selva.

Agora 3º Sargento, Charles Chibana exalta "experiência única" no Exército

Número 1 do mundo, Charles Chibana, de 25 anos, passou por uma "experiência única" no último mês, logo depois de disputar o Mundial de Chelyabinsk, na Rússia. Ao lado de outros atletas, ele participou de um período de estágio no Exército Brasileiro, na Fortaleza de São João, no bairro carioca da Urca. Chibana foi incorporado como 3º Sargento Técnico Temporário, com a qualificação em "desporto de alto rendimento", e agora integra o Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR).

O programa do Exército surgiu em 2009 e hoje tem 198 atletas de alto rendimento distribuídos por 18 modalidades. Eles são incorporados nas graduações de sargento e soldado, dependendo do nível esportivo. O tempo de duração é de no máximo oito anos. Naturalmente, o atleta tem que se manter em alto nível, competindo e treinando. No Programa Olímpico da Marinha (Prolim) estão nomes como as judocas Sarah Menezes, Mayra Aguiar, Erika Miranda, Maria Portela, Ketleyn Quadros e Maria Suelen Altheman.

“Não conhecia nada mais profundo sobre o Exército. Tive a oportunidade, fui convidado, aceitei, e achei muito legal a vivência do soldado, dos pelotões. Entrei como 3º Sargento. É uma vivência nova, tivemos até curso de sobrevivência na selva. Foi muito prazeroso. O próximo passo é levar todos os ensinamentos que aprendi no Exército para a vida inteira, foi uma experiência única o que passei. Foram três semanas de muitos ensinamentos”, disse Chibana.

O PAAR tem em seu programa 17 judocas, entre eles Alex Pombo, Eric Takabatake, Felipe Kitadai, Leandro Guilheiro, Luciano Corrêa, Rafael Silva e Victor Penalber, assim como Gabriela Chibana, prima de Charles - todos fazem parte da seleção brasileira de judô. Gerente do programa, o Major Romão, que foi atleta de pentatlo moderno por 14 anos, com participações em Olimpíadas e Jogos Pan-Americanos, explicou um pouco mais sobre os objetivos do PAAR.
“O objetivo inicial era melhorar a representatividade do Brasil nos V Jogos Mundiais Militares, que seriam realizados no país em 2011. Como o país seria sede, teríamos que ter no mínimo uma resposta à altura de tanto investimento. Além do mais, já era hora de as Forças Armadas lançarem o PAAR no Brasil, uma vez que praticamente todos os outros países já haviam feito isso no Conselho Internacional do Desporto Militar (CISM). Países como a Alemanha, França, Itália, todo o Leste Europeu e os países asiáticos já possuíam seus programas de atletas de alto rendimento. Com isso, o PAAR foi lançado”, disse o Major Romão.

Chibana promete se dedicar durante o período em que estiver no Exército e ainda cita a possibilidade de integrar a delegação brasileira nos próximos Jogos Mundiais Militares, que acontecem na Coreia do Sul no ano que vem. A sexta edição da competição será entre os dias 29 de maio e 5 de junho, na cidade de Mungyeong.
“Vou aproveitar ao máximo esse tempo. Acabei de começar. No ano que vem tem Jogos Mundiais Militares na Coreia do Sul e posso participar, mas vai depender de outras coisas. É uma competição muito forte no judô, com várias potências como Rússia, Coreia, Cazaquistão e Uzbequistão”, disse Charles. “Essas três semanas que passei na Fortaleza de São João foram uma experiência única, onde conheci amigos de várias modalidades e tive aprendizados que levarei para a vida”, finalizou.

Matéria original de José Geraldo Azevedo para o Globoesporte.com que pdoe ser conferida na íntegra em http://globoesporte.globo.com/judo/noticia/2014/10/agora-3-sargento-judoca-chibana-exalta-experiencia-unica-no-exercito.html.

www.cbj.com.br
Assessoria de Imprensa/CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias