Tradutor/ Translate

O novo Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia vai entrar em cena em Saquarema

Saquarema recebe a abertura do novo Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, veja as datas das 15 etapas
Arena na Praia de Itaúna recebe a primeira etapa do Circuito Brasileiro
Foto: Francisco Monteir

O novo Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia entra em cena, com mais emoção, disputas em dobro e foco em renovação, atratividade e sustentabilidade. De quinta a domingo, a arena montada na praia de Itaúna, em Saquarema (RJ) recebe a primeira etapa da temporada 2022. No total, a premiação ultrapassa os 6 milhões de reais, um valor 25% superior ao da temporada 2020/2021. Em quadra, nomes como as atletas olímpicas Talita, campeã do Circuito Mundial e tetracampeã do Circuito Brasileiro, e Rebecca, campeã do Superpraia 2019; Arthur e Adrielson, campeões da etapa de San Juan (ARG) do Circuito Sul-Americano 20/21 em janeiro; Nico e Samuel, medalhistas de bronze no Mundial sub-19 na Tailândia em dezembro; Nina e Carol Sallaberry, que conquistaram seis ouros e duas pratas em etapas sub-17, sub-19 e sub-21 do Circuito Brasileiro em 2021; e Gabriel Zuliani e Mateus Dultra; medalhistas de bronze no sul-americanos sub-21 de 2021.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

+ Nico/Samuel e Lara/Manu vencem primeira etapa do Brasileiro Sub-21

Judô Tênis

Nova geração do vôlei de praia nacional abre a temporada 2022, em Saquarema 

No novo formato, o Circuito Brasileiro passa a ser dividido em duas competições por etapa. O Aberto reúne as duplas entre o 8º e o 13º lugar no ranking, além de dois convidados e até oito parcerias classificadas pelo qualifying. Já o Top 8 será disputado pelas sete duplas mais bem ranqueadas, além de um convidado especial: o campeão do Aberto anterior, que ganha o wild card como bônus pela performance. A dupla vencedora de cada etapa Top 8 e seu técnico também terão um benefício. Eles vão receber da CBV o custeio de passagem, hospedagem, transporte e alimentação para disputar uma etapa do Circuito Mundial.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

CBV – Nota de esclarecimento

“O novo sistema proporciona jogos mais nivelados, entre duplas de ranqueamento mais próximo, tornando o espetáculo mais atrativo para o público e estimula o desenvolvimento dos atletas. No modelo anterior, os confrontos eram definidos pela colocação no ranking: o mais bem ranqueado enfrentava o time de colocação mais baixa e assim por diante, desnivelando as partidas, principalmente no começo da competição”, destaca Guilherme Marques, gerente de vôlei de praia da Confederação Brasileira de Voleibol.

Brasileiras Ângela e Neide são campeãs da terceira etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia

Começa nesta sexta feira, o Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia

Com menos dias de disputas para cada atleta, diminui o desgaste com a viagem e aumenta o tempo para ativações especiais de patrocinadores e da CBV. O convite para o Top 8 dado ao campeão do Aberto é mais um estímulo para a renovação da modalidade, pois todas as duplas podem brigar por uma participação no Circuito Mundial. Tudo está interligado, com critérios claros para os atletas e para quem acompanha a modalidade. Para efeito de formação de ranking de entrada, serão levados em consideração os três melhores resultados das quatro últimas etapas (Top 8 ou Aberto), valorizando a performance recente dos atletas. No formato anterior, eram computados os quatro melhores resultados dos últimos cinco eventos entre as 10 competições anteriores realizadas. Todas as etapas somam pontos para o mesmo ranking, e o campeão da temporada 2022 será definido pela soma dos nove melhores resultados dos participantes.

Adrielson e Arthur Mariano faturam o ouro na segunda etapa do Sul-Americano 21/22

“A proposta atual aumenta a relevância de cada partida, estimulando o crescimento técnico dos jogadores além de proporcionar um melhor espetáculo para a torcedor. Perder no evento dos oito primeiros do ranking, significa estar mais perto de sair deste grupo. Ganhar no Aberto é a única alternativa para estar entre os oito melhores do Brasil. O formato antigo possibilitava administrar resultados para se manter no torneio principal. O novo sistema traz emoção, tira os atletas da zona de conforto sem tirar a possibilidade de atletas excepcionais ascenderem no ranking. Toda mudança pode causar desconforto no começo, o vôlei inclusive já passou por várias e importantes alterações de formato e regras. Joguei vôlei de praia, vivi todas as fases da carreira de um atleta. Amo esse esporte e trabalho para que o Brasil continue sendo a referência que sempre foi. O projeto do novo Circuito foi elaborado pela equipe da CBV com base em muito estudo e trabalho. Partimos de um diagnóstico profundo da competição, e trabalhamos com foco em renovação, atratividade e sustentabilidade”, explica Guilherme, campeão mundial da modalidade em 1998, ao lado de Pará.

Começa neste final de semana a Segunda Etapa da Temporada 2021/2022 do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia

Novo formato para o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia em 2022

Durante a temporada 2022, serão realizadas 10 etapas do Top 8 e 15 etapas do Aberto. As etapas adicionais do Aberto também servirão como oportunidade de desenvolvimento e experiência, substituindo as etapas do Circuito Challenger. No qualifying do Aberto, os jogos da primeira rodada poderão ser disputados em set único de 25 pontos, caso não haja possibilidade de acomodar toda esta fase da competição no mesmo dia.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

CALENDÁRIO DO CIRCUITO BRASILEIRO 2022

CBVP – TOP / ABERTO
1ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – Saquarema / RJ de 03 a 06 de fevereiro.
2ª ETAPA – ABERTO – Maringá / PR de 24 a 27 de março.
3ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – Itapema / SC de 30 de março a 03 de abril.
4ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – Brasília / DF de 04 a 08 de maio.
5ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – Várzea Grande / MT de 18 a 22 de maio.
6ª ETAPA – ABERTO – local a definir – de 01 a 05 de junho.
7ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – Vila Velha / ES de 22 a 26 de junho.
8ª ETAPA – ABERTO – local a definir – de 07 a 10 de julho.
9ª ETAPA – ABERTO – local a definir – de 21 a 24 de julho.
10ª ETAPA – ABERTO – local a definir – de 04 a 07 de agosto.
11ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – local a definir – de 24 a 28 de agosto.
12ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – local a definir – de 21 a 25 de setembro.
13ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – local a definir – de 12 a 16 de outubro.
14ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – local a definir – de 09 a 13 de novembro.
15ª ETAPA – TOP 08 e ABERTO – local a definir – de 30 de novembro a 04 de dezembro.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Fonte: CBV (cbv.com.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.