Tradutor/ Translate

O Tricampeão Olímpico e 10 vezes Campeão Mundial Teddy Riner virá ao Brasil para intercâmbio técnico com a Seleção Brasileira de Judô

Maior estrela do Judô mundial, francês tricampeão olímpico e 10 vezes campeão mundial, treinará no Centro de Treinamento do Time Brasil, no Rio de Janeiro, na próxima semana

O Tricampeão Olímpico e 10 vezes Campeão Mundial Teddy Riner virá ao Brasil para intercâmbio técnico com a Seleção Brasileira de Judô
Riner e seu técnico Franck Chambilly, em Tóquio
Foto: Emmanuele Di Feliciantonio/IJF

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Maior astro do judô mundial, o francês Teddy Riner, tricampeão olímpico e 10 vezes campeão mundial, retornou das férias pós-Tóquio e elegeu o Brasil como ponto de partida para sua preparação. Na próxima quinta-feira, 17, ele desembarcará no Rio de Janeiro com seu treinador, preparador físico, fisioterapeuta e sparring, não pela folia do Carnaval carioca, mas pelos treinos fortes com a seleção brasileira de judô.

Judô Tênis

+ Flamengo e Grêmio Náutico União lideram classificação final na Seletiva Sub-21 realizado no Sesi Osasco, em São Paulo

Instituto Reação fica em primeiro lugar na classificação final da Seletiva Sub-18 no masculino e no feminino

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

“A equipe do Teddy Riner nos procurou há algumas semanas dizendo que ele queria vir treinar no Brasil e nos encontramos no Grand Slam de Paris, onde fechamos toda a logística do treinamento. Foi um pedido do próprio Teddy vir treinar no Brasil para se preparar para as competições do Circuito IJF. Isso nos deixa bastante lisonjeados, pois mostra o quanto a escola do judô brasileiro é respeitada e reconhecida pelos maiores atletas do mundo”, conta Ney Wilson Pereira, gerente de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô.

Serão dez dias de camping com treinos diários de judô no dojô do Centro de Treinamento do Comitê Olímpico do Brasil, que entendeu a importância dessa atividade como intercâmbio técnico para os brasileiros e abriu as portas do CT para receber o francês e sua equipe no período de 17 a 27 de fevereiro.

Seletiva Sub-18 definiu os classificados para os Jogos Sul-Americanos da Juventude e Meeting Nacional de Judô

Bahia receberá Campeonato Pan-Americano de Veteranos e Kata, Campeonato Sul-Americano de Veteranos e Open Pan-Americano de Veteranos

“É uma honra para o COB receber em sua casa um atleta da dimensão do Teddy Riner, o que só comprova a excelência das nossas instalações. Acompanhei praticamente toda sua carreira de perto, tendo assistido pessoalmente diversas conquistas. Para nós, será um privilégio ter o Riner treinando com os judocas brasileiros”, comentou Paulo Wanderley Teixeira, presidente do Comitê Olímpico do Brasil.

Para reforçar o treino, a CBJ convocou atletas dos pesos meio-pesado e pesado da seleção brasileira. Entre eles, Rafael Silva “Baby”, que subiu ao pódio olímpico ao lado de Riner em Londres e no Rio e já encontrou o gigante em diversas ocasiões em treinamentos e competições. Mas, nos últimos anos, tem sido cada vez mais raro ter a oportunidade de pegar no quimono do francês.

Seleção Brasileira de Judô disputa Grand Slam de Paris neste final de semana

Seletiva Nacional Sub-18 e Sub-21 de Judô começa nesta quinta-feira

“Ter um atleta como o Riner em um camp é um grande privilégio. Acho que os pesos pesados do Brasil vão aproveitar bastante. No meu caso, é sempre válido juntar os pesos pesados para treinar, pois é difícil ter muitos da minha categoria treinando junto. Aqui temos uma variedade técnica e de estilos de luta bastante grande. Somará muito ao treino dele também”, analisa Baby. “Quando o treino é lá fora não dá para fazer muitos randoris (lutas) com ele. Fazendo camp aqui, poderemos fazer um intensivo”, completa o brasileiro já indicando como será o ritmo do treino com o francês.

A última vez que Teddy Riner esteve no Brasil foi em 2019, para a disputa do Grand Slam de Brasília, de onde saiu com a medalha de ouro. Ele coleciona boas lembranças no país. Em 2007, no Rio, conquistou seu primeiro título mundial. Repetiu o feito em 2013, conquistando o sexto ouro mundial. Por fim, em 2016, foi bicampeão olímpico nos Jogos Rio 2016.

Maria Portela conquista a medalha de bronze no Grand Prix de Portugal

É OURO!!! É OURO!!! É OURO!!! Rafaela Silva conquista o ouro no Grand Prix de Almada, em Portugal

Em seu laureado currículo, o francês tem dois ouros (Londres 2012 e Rio 2016) e dois bronzes (Pequim 2008 e Tóquio 2020) olímpicos individuais, além do inédito ouro olímpico por equipes conquistado em Tóquio quando a seleção francesa desbancou o Japão, em casa. Em Mundiais, ele acumula oito títulos individuais no peso-pesado (+100kg) e dois na categoria “Absoluto” (todos os pesos).

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Foto: Saulo Cruz/COB

Seleção feminina da França também virá ao Brasil

Em março, o Brasil receberá mais um grupo de elite do judô francês. Buscando se preparar para o Campeonato Europeu, a seleção feminina da França se juntará à seleção feminina do Brasil para treinamento de campo no período de 08 a 18 de março, em Pindamonhangaba. Atualmente, das sete categorias femininas, quatro são lideradas por francesas no Ranking Mundial: Amandine Buchard (52kg), Madeleine Malonga (78kg), Romane Dicko (+78kg) e Clarisse Agbegnenou (63kg).

Em Tóquio, cinco, das sete francesas que lutaram, conquistaram medalhas: Agbegnenou (ouro), Sarah-Leonie Cysique (prata), Buchard (prata), Malonga (prata) e Dicko (bronze). Todas elas virão ao camping no Brasil, exceto a campeã olímpica e penta mundial, Agbegnenou, que, nesta semana, anunciou sua gravidez e fará uma pausa na carreira.

Seleção Brasileira convocada para o Treinamento Especial de Pesos Pesados:

Daniel Bolezina Silva P.A.A. do Judô – Blumenau FCJ

Gabriel Arévalo E.C. Pinheiros FPJUDO

João Marcos Cesarino Instituto Reação FJERJ

Juscelino Nascimento Jr Minas T.C. FMJ

Rafael Buzacarini E.C. Pinheiros FPJUDO

Rafael Silva E.C. Pinheiros FPJUDO

Ruan Isquierdo C.R. Flamengo FJERJ

Yuri Santos UMBRA – Vasco da Gama FJERJ

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Fonte: CBJ (cbj.com.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.