Natação

Brasil fecha Mundial de natação em piscina curta em primeiro lugar no

17.V

Satiro Sodre/SSPress
Equipe verde e amarela conquistou sete ouros, uma prata e dois bronzes

Equipe verde e amarela conquistou sete ouros, uma prata e dois bronzes

Brasil fecha Mundial de natação em piscina curta em primeiro lugar no quadro de medalhas

O 12º Campeonato Mundial de natação em piscina curta, disputado em Doha, no Catar, ficará por muito tempo na memória dos brasileiros. Com sete medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze, o país encerrou a competição na liderança do quadro de medalhas. De quebra, Felipe França saiu como o maior medalhista de ouro, com cinco títulos, e Etiene Medeiros se tornou a primeira brasileira a ganhar um ouro em um Mundial da Federação Internacional de Natação (FINA, na sigla em Inglês).

Neste domingo, último dia de competição, Cesar Cielo deu o troco em Florent Manaudou e conquistou o ouro nos 100m livre. O brasileiro, que havia ficado com o bronze nos 50m livre, na sexta-feira, terminou a prova em 45s75, enquanto o francês ficou em segundo, com 45s81. O bronze foi para o russo Danila Izotov (46s09).

Cielo ainda voltou ao topo do pódio ao vencer o revezamento 4x100m medley ao lado de Guilherme Guido, Felipe França Silva e Marcos Macedo, com o tempo de 3m21s14.

Felipe França, que já havia ganho três ouros na quinta-feira, conquistou seu quinto título ao vencer os 100m peito em 25s63, à frente do sul-africano Cameron van der Burgh e do britânico Adam Peaty, ambos com 25s87.

Etiene Medeiros ganhou a medalha de ouro com recorde mundial nos 50m costas (25s67) e se tornou a primeira brasileira a ser recordista mundial e campeã em um Mundial de natação da FINA. Na final, Etiene venceu a super recordista mundial, a húngara Katinka Hosszu (25s96), e a australiana Emily Seebohm (25s67).

"Hoje (domingo) a natação brasileira escreveu uma nova página. Esse Mundial é histórico e já se tornou um dos mais importantes não só para a natação, mas para o esporte do país como um todo. Pode pesquisar, qual o esporte que tem um medalhista de ouro em cinco provas num mesmo Mundial, como o França? E a Etiene, que estabeleceu um novo parâmetro também não só para a natação feminina, mas para o esporte feminino no país. Pela primeira vez vi a equipe com desejo real de vencer, com a atitude de campeã. Estou feliz por ver que o Brasil cresceu e evoluiu como time, que todos são hoje muito profissionais, sabem como agir e o que têm que fazer. O resultado a gente está vendo aqui: Brasil campeão geral", comemorou Cesar Cielo.

Confira todas as medalhas conquistadas pelo Brasil no Mundial de Doha:

Ouro
- 4×50 medley – Guilherme Guido, Felipe França, Nicholas Santos e Cesar Cielo – 1m30s51
- 100m peito – Felipe França – 56s29
– 50m costas – Etiene Medeiros – 25s67
– 4x50m medley misto – Etiene Medeiros, Felipe França, Nicholas Santos e Larissa Oliveira – 1m37s26
– 100m livre – Cesar Cielo – 45s75
– 50m peito – Felipe França – 25s63
– 4x100m medley masculino – Guilherme Guido, Felipe França, Marcos Macedo e Cesar Cielo Filho – 3m21s14

Prata
– 50m borboleta – Nicholas Santos – 22s08

Bronze
– 50m livre Cesar Cielo – 20s88
– 4x50m livre misto – Cesar Cielo, João de Lucca, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira – 1m29s17

timebrasil.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias