Tradutor/ Translate

CBV define critérios de apoio a duplas brasileiras no Circuito Mundial de Vôlei de Praia

CBV define critérios de apoio a duplas brasileiras no Circuito Mundial de Vôlei de Praia

Este mês, as duplas brasileiras iniciam a caminhada por novos títulos do Circuito Mundial de Vôlei de Praia – já são 17 no masculino e 24 no feminino, incluindo a taça de Agatha/Duda na última temporada. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) fez um planejamento de apoio para os atletas e de bônus por performance, que levam em conta desempenho e colocação no ranking e têm ligação direta com o Circuito Brasileiro.  

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

+ Nesta sexta o Sesi Vôlei Bauru recebe Itambé/Minas

Judô Tênis

Federação Internacional de Vôlei tira Mundial masculino da Rússia

“Tínhamos um critério estático para o apoio da CBV aos atletas que disputam o Circuito Mundial. Agora, desenvolvemos novos parâmetros, que premiam boas performances, estimulam o desenvolvimento das duplas e abrem caminhos para o crescimento de novos talentos. Além disso, como anunciamos no início da temporada, os campeões de cada Top 8 do Circuito Brasileiro ganham passagem, hospedagem e alimentação para uma etapa do Circuito Mundial. Estamos conectando várias frentes e trabalhando de forma técnica e planejada, com foco em resultados. Estamos confiantes de que as duplas brasileiras brilharão nas areias de todo o mundo”, diz Guilherme Marques, gerente de Vôlei de Praia da CBV.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Hélia de Souza, a “Fofão” será homenageada no II Congresso Olímpico Brasileiro

Seleções Brasileiras conhecem adversários na Liga das Nações de Vôlei 2022

Este ano, a Federação Internacional de Voleibol dividiu as competições do Circuito Mundial em duas categorias: Challenge e Elite, o que também foi levado em conta na elaboração dos critérios. O Circuito Mundial está previsto para começar no dia 16, com uma etapa Challenge no México. Em abril, a cidade catarinense de Itapema recebe uma etapa da mesma categoria. Ainda está prevista uma competição Elite no Rio de Janeiro, em novembro.

Técnico da Seleção sub-19 Kadylac dirige Cafevasconcelos/Araguari/Ubevôlei na Superliga B

Critérios  (podem ser alterados com base em novas análises de resultados ou mudanças no orçamento da CBV)

  • As duas melhores duplas brasileiras que estiverem entre as 16 primeiras do ranking de entradas da FIVB (por gênero) recebem passagem aérea e alimentação para três pessoas (jogadores e técnico) para as etapas Elite. Caso as duplas estejam entre as três primeiras do ranking de entradas da FIVB, recebem também hospedagem.

Exceção para a etapa de Sidney (AUS) – o benefício dependerá de disponibilidade orçamentária da CBV.  

  • Os campeões das etapas Top 8 do Circuito Brasileiro recebem passagem, hospedagem e alimentação para três pessoas (jogadores e técnico). O benefício é exclusivo da dupla campeã, não podendo ser transferido para outro atleta ou técnico mesmo em caso de lesão.

Top 8 Saquarema: classificou para Rosarito (MEX)

Top 8 Itapema: classifica para Ostrava (RTC)

Top 8 Brasília: classifica para Jurmala (LET)

Top 8 Várzea Grande: classifica para Gstaad (SUI)

Top 8 Vila Velha: classifica para Hamburgo (ALE)

*Os vínculos para as demais etapas Elite serão informados quando forem definidos os locais e as datas das últimas etapas do Top 8. 

Caso a dupla campeã de um Top 8 não tenha pontos para disputar o Elite, poderá solicitar a participação no respectivo Qualifiyng do Elite ou em uma etapa Challenge a ser informada à CBV com até 35 dias de antecedência.

  • As três melhores duplas do ranking de entradas da FIVB (por gênero) que estiverem no torneio principal do Challenge de Itapema e do Elite do Rio de Janeiro recebem passagem aérea para três pessoas (jogadores e técnico). Os treinadores também recebem hospedagem e alimentação.
  • Até quatro duplas classificadas para a Copa do Mundo recebem passagem, hospedagem e alimentação para três pessoas (jogadores e técnico). O benefício não é extensivo para duplas que receberem wild cards.
  • Bônus por performance em etapas Challenge fora do Brasil

Recebem o bônus as três duplas brasileiras mais bem colocadas, de acordo com a classificação final atingida.

Caso a dupla campeã da etapa Top 8 do Circuito Brasileiro dispute o Challenge, o bônus fica restrito às duas duplas brasileiras mais bem colocadas da etapa.

Se por qualquer outro critério uma dupla tiver apoio da CBV para disputar uma etapa, não terá direito ao bônus financeiro por performance nesta competição específica (não haverá substituição por outra dupla).

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

ColocaçãoPara cada atleta e um técnico
     R$ 3.000 (R$ 9.000 no total)
     R$ 2.600 (R$ 7.800 no total)
     R$ 2.200 (R$ 6.600 no total)
R$ 2.000 (R$ 6.000 no total)
5º/7ºR$ 1.900 (R$ 5.700 no total)
9º/12ºR$ 1.800 (R$ 5.400 no total)
13º/16ºR$ 1.700 (R$ 5.100 no total)
17º/18ºR$ 1.600 (R$ 4.800 no total)
19º/24ºR$ 1.500 (R$ 4.500 no total)
  • Bônus por performance em etapas Elite fora do Brasil

Recebem o bônus as três duplas brasileiras mais bem colocadas, de acordo com a classificação final atingida.

Caso a dupla campeã da etapa Top 8 do Circuito Brasileiro dispute uma etapa do Elite, o bônus fica restrito às duas duplas brasileiras mais bem colocadas.

Se por qualquer outro critério uma dupla tiver apoio da CBV para participar de uma etapa, não terá direito ao bônus financeiro por performance nesta competição específica (não haverá substituição por outra dupla).

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

 ELITE
ColocaçãoPara cada atleta e o técnico
     R$ 3.500 (R$ 10.500 no total)
     R$ 3.100 (R$ 9.300 no total)
     R$ 2.700 (R$ 8.100 no total)
     R$ 2.500 (R$ 7.500 no total)
5º/8º     R$ 2.400 (R$ 7.200 no total)
9º/12º     R$ 2.300 (R$ 6.900 no total)
13º/16º     R$ 2.000 (R$ 6.000 no total)

Fonte: CBV (cbv.com.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.