Judô

Após prata em Varsóvia, Leandro Guilheiro recupera 76 posições

101.V

Divulgação/CBJ
Duas vezes medalhista olímpico, judoca conquistou primeira medalha depois de dois anos afastado por lesão.

Duas vezes medalhista olímpico, judoca conquistou primeira medalha depois de dois anos afastado por lesão.

Após prata em Varsóvia, Leandro Guilheiro recupera 76 posições no ranking mundial

Apesar da derrota na final do Open de Varsóvia no último domingo para o sul-coreano Ki-Chun Wang, Leandro Guilheiro teve muitos motivos para comemorar esse segundo lugar. Com a medalha, a primeira desde que retornou depois de dois anos afastado por lesão, o judoca subiu 76 posições no ranking mundial da FIJ e agora ocupa a 99ª posição. Um passo significativo para aquele que ainda sonha com as Olimpíadas.

Duas vezes medalhista olímpico - bronze em Atenas e Pequim - Leandro busca, agora, sua terceira participação em Jogos Olímpicos. Uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho direito dificultou o caminho do judoca de 31 anos neste ciclo olímpico e ele teve de recomeçar quase do zero depois de dois anos sem competir, consequentemente, sem pontuar.

Se quiser estar no Rio em 2016, porém, Leandro terá de pontuar ainda mais e conseguir ultrapassar Victor Penalber, atualmente, quarto do mundo, sendo o melhor brasileiro no ranking na categoria até 81kg, a mesma de Guilheiro. Isso porque, classifica-se para os Jogos apenas um atleta de cada categoria. E o critério de seleção utilizado pela CBJ é a posição do judoca no ranking mundial. Por isso, essas 76 posições conquistadas foram tão importantes para Leandro.

www.cbj.com.br
Assessoria de Imprensa/CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias