Nadador Brasileiro Bruno Fratus se torna o primeiro da história a nadar 100 vezes abaixo de 22 segundos

Nadador Brasileiro Bruno Fratus se torna o primeiro da história a nadar 100 vezes abaixo de 22 segundos
Bruno Fratus alcançou feito inédito na natação
Foto: Jonne Roriz/Cob

Nadador brasileiro alcançou o feito inédito dos 50m livre no Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste

AMIGO LEITOR

Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico.
Venha fazer parte desta família.
Colabore com a divulgação dos esportes.
Não deixe essa chama apagar.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro
Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Bruno Fratus escreveu nesta quinta-feira, no Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, na Hungria, um capítulo inédito na história da natação: ele se tornou o primeiro atleta de todos os tempos a nadar 100 vezes a prova dos 50 metros livre abaixo dos 22 segundos.

A marca veio com suspense e emoção. Fratus precisou realizar três provas no mesmo dia para alcançar o feito. Isso ocorreu por conta do empate na semifinal com o francês Maxime Grousset. Os dois nadaram para 21s83, se igualando na oitava posição – pela manhã, nas eliminatórias, ele havia feito o melhor tempo geral, com 21s71.

Judô Tênis

+ Revezamento brasileiro 4x200m feminino vai à final do Mundial e entra para a história

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Guilherme Costa é o 5º do mundo nos 800m livre e quebra o recorde Sul-Americano

Assim, houve a necessidade de uma prova extra, apenas entre os dois. E foi nela que Bruno Fratus chegou à marca centenária, nadando para 21s62. Apesar disso, o brasileiro acabou sendo superado pelo francês e não se classificou para a final.

O feito histórico coroa a regularidade de Fratus, uma de suas maiores qualidades na piscina. Tanto que ele figura entre os dez melhores do mundo ao final de todas as temporadas desde 2010.

Beatriz Dizotti a 6ª do mundo nos 1500m livre com nova quebra do recorde brasileiro

Nicholas Santos brilha de novo e conquista a prata nos 50m borboleta

Na visão do especialista em natação Alex Pussieldi, é justamente ser tão regular que faz Bruno Fratus se consolidar como um dos grandes na história do esporte.

“O que chama muita atenção é a regularidade. Ele tem muitas provas pra 21 segundos e está mais de 30 à frente do segundo colocado. A vantagem em relação aos demais é muito grande, a consistência dele é muito grande. E isso vai além. Ele é medalhista dos três últimos Mundiais, em 2015 (bronze), 2017 (prata), 2019 (prata), além dos Jogos Olímpicos de 2020 (bronze). Ele tem uma consistência muito grande, ninguém conseguiu isso, nenhum conseguiu ter medalha nos três Mundiais e nos Jogos Olímpicos”, analisou.

“Entre 2010 e 2021, ele esteve entre os 10 melhores da temporada em todos os anos. E não tem ninguém que conseguiu isso na história da natação mundial. Ele nunca foi recordista, campeão mundial, campeão olímpico. Mas nunca ninguém foi tão constante nos 50 metros livre na história a natação mundial. É uma consistência simplesmente absurda!”, completou.

Bruno Fratus deixa Budapeste sem medalha, mas com motivo de sobras para se orgulhar pelo feito histórico alcançado. Momentos como este não faltam na vitoriosa carreira de um dos maiores nadadores do mundo!

Fonte: COB

Share