Tradutor/ Translate

Nyeme e Natinha e fazem uma disputa particular das líberos na Liga das Nações

Natinha e Nyeme: na disputa particular das líberos na Liga das Nações, quem ganha é a seleção feminina

Nyeme e Natinha e fazem uma disputa particular das líberos na Liga das Nações
Nyeme e Natinha disputam a vaga de líbero da seleção brasileira
Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Durante a fase classificatória da Liga das Nações, as líberos Nyeme e Natinha tiveram chances como titulares da seleção feminina. E o bom desempenho do fundo de quadra ajudou a equipe a avançar para a fase final com a segunda melhor campanha, atrás apenas dos Estados Unidos. Nessa disputa sadia e de alto nível pela posição, ganha o Brasil, seja qual for a escolha do técnico José Roberto Guimarães para a partida contra o Japão, às 9h (de Brasília) desta quarta-feira (13.07), pelas quartas de final. O jogo em Ancara, na Turquia, tem transmissão do sportv 2.

Judô Tênis

“O principal para jogar contra o Japão é ter paciência. Temos que passar bem para jogar contra um bloqueio simples. Eu e a Nyeme estamos no mesmo nível. Com uma ou outra em quadra, o time se mantém no mesmo padrão. Estamos brigando por posição e isso é positivo para o crescimento das duas e do time. Quem o Zé escolher para começar o jogo vai fazer um bom papel”, aposta Natinha.

+ Carol a melhor bloqueadora da Liga das Nações e uma das líderes da Seleção Brasileira na fase final da competição

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Campeãs Mundiais Duda e Ana Patricia ganham etapa de Gstaad (SUI) do Circuito Mundial de vôlei de praia

“O Japão é especialista em passe e defesa. Elas têm muito volume de jogo e vamos precisar ter calma, porque não vamos rodar as bolas com facilidade. Eu e Natinha temos uma convivência amigável e sabemos que precisamos estar sempre em alto nível para representar o Brasil. Ela me faz evoluir e o principal é sempre o time”, garante Nyeme.

José Roberto Guimarães também destaca a paciência como virtude fundamental na busca por uma vaga na semifinal. “O Japão joga com velocidade e tem uma defesa muito boa. Vamos precisar de paciência. É um time que imprime uma velocidade diferente das outras equipes, tanto na entrada como na saída, e joga rápido com as centrais. A grande chave do Japão é a defesa, talvez a melhor do mundo. Espero que possamos fazer uma grande partida, sacando melhor e com poucos erros. A expectativa é de um grande jogo”, diz o treinador.

Seleção Brasileira Masculina de Vôlei vence o Japão na Liga das Nações

O ponteiro Honorato e central Léo Andrade que são estreantes na Liga das Nações, buscam seus espaços na Seleção Masculina de Vôlei

Liga das Nações

Primeira etapa

Shreveport – Bossier City (Estados Unidos)

31/05 – Brasil 3 x 1 Alemanha (29/27, 23/25, 27/25 e 25/21)

02/06 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/23, 25/21 e 25/22)

03/06 – Brasil 3 x 1 República Dominicana (25/9, 16/25, 25/18 e 25/17)

04/06 – Brasil 0 x 3 Estados Unidos (21/25, 20/25 e 18/25)   

Sesi-SP é campeão do CBI sub-21 masculino

Seleção Brasileira Masculina de Vôlei perde para a França na terceira etapa da Liga das Nações

Segunda etapa

Brasília (DF)

15/06 – Brasil 3 x 1 Turquia (19/25, 25/23, 25/23 e 25/23)

16/06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/16, 25/15 e 25/23)

18/06 – Brasil 1 x 3 Itália (17/25, 15/25, 25/14 e 14/25)

19/06 – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/21, 25/9 e 25/21)

Terceira etapa

Sofia (Bulgária)

28/06 – Brasil 3 x 2 China (25/20, 25/23, 18/25, 21/25 e 15/11)  

30/06 – Brasil 3 x 0 Coréia do Sul (25/17, 25/19 e 25/13)

01/07 – Brasil 3 x 0 Bulgária (25/21, 25/20 e 25/18)  

02/07 – Brasil 3 x 1 Tailândia (25/18, 26/24, 23/25 e 25/23) 

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Fase final

Ancara (Turquia)

Quartas de final

13/07 (QUARTA-FEIRA) – Brasil x Japão, às 9h (de Brasília) – sportv 2


O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Fonte: CBV

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.