Toronto 2015

"Irmãs Willians brasileiras" superam drama familiar e são destaque do badminton no Pan

76.V

Reprodução/site CBBd
As duas irmão são os destaques do Brasil no badminton

As duas irmão são os destaques do Brasil no badminton

A infância difícil, com pai na chefia do tráfico, foi compensada com a descoberta do esporte

A participação das irmãs Lohaynny e Luana Vicente nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, vai muito além das quadras de badminton, competição em que elas se tornaram destaques no País.

Pelas semelhança física com as famosas tenistas americanas, elas ganharam o apelido de "Irmãs Willians brasileiras". A chegada ao esporte, não tão conhecido no Brasil, ajudou a aplacar um drama familiar, conforme contou Lohaynny ao site Torcer pelo Brasil.

— Quando eu era menor, a gente se mudava muito. Meu pai era o chefe do tráfico. A polícia sempre entrava em casa. Era triste.

O trauma com a morte do pai em 2002, após confronto com a polícia, fez Lohaynny e Luana buscarem no esporte uma alternativa de vida, em meio às dificuldades na Comunidade do Chacrinha, no Rio de Janeiro. Após entrar para o Projeto Social Miratus, Lohaynny conta que não foi fácil.

— Como não tínhamos dinheiro para comprar raquetes, a gente amarrava as cordas depois que elas quebravam. Além disso, sempre treinava descalça. Era tudo bem difícil.

Depois da turbulência, os resultados começaram a aparecer. Ambas são consideradas as referências do País no badminton e já disputaram várias competições de peso. No entanto, ainda falta chegar à Olimpíada, algo que o badminton brasileiro ainda não conseguiu.

Neste Pan de Toronto, elas estão nas disputas individuais e em dupla. No individual, Lohaynny já obteve duas vitórias, contra a cubana Melissa Azcuy Perez e a chilena Ting Ting Chou, ambas por 2 a 0.

Confira o quadro de medalhas do Pan de Toronto

Já Luana venceu a chilena Camila Macaya por 2 a 0 mas perdeu para a americana Iris Wang, por 2 a 0, sendo eliminada nas simples. As quartas de final, tanto de simples quanto de duplas têm início a partir desta segunda.

Com oito atletas disputando o Pan, o Brasil começa a ganhar espaço neste esporte. Ao lado da Guatemala, é o país que mais tem atletas nas competições de badminton, contando o masculino e o feminino.

Conheça o R7 Play e assista a todos os programas da Record na íntegra!

rederecord.r7.com
Rede Record

Mais...

Buscas

Todas as notícias