Natação

Natação: Recorde no Troféu Maria Lenk

1259.V

Satiro Sodré
Graciele Herrman nadou os 50m livre pela primeira vez abaixo dos 25 segundos: o tempo de 24s76 representou um novo recorde brasileiro e igualou o recorde sul-americano da prova

Graciele Herrman nadou os 50m livre pela primeira vez abaixo dos 25 segundos: o tempo de 24s76 representou um novo recorde brasileiro e igualou o recorde sul-americano da prova

Na primeira noite de decisões em São Paulo, Graciele Herrman estabelece melhor marca do país nos 50m livre e iguala recorde sul-americano da prova. Além disso, nadadores conquistam seis índices para o Pan-Pacífico, na Austrália, em agosto
A primeira noite de decisões do Campeonato Brasileiro – Troféu Maria Lenk de Natação, no Parque Aquático do Ibirapuera, disputada na segunda-feira (21.04), teve um recorde sul-americano igualado, com Graciele Herrman, do Grêmio Náutico União/RS, e seis índices para o Campeonato Pan-Pacífico, na Austrália, em agosto próximo. Nesta terça (22.04), as eliminatórias começam às 9h30 e as finais, às 17h.

Graciele abriu o revezamento 4 x 50m livre justificando o apelido de ‘Gracielo’, pois com 24s76 igualou a marca feita no Mundial dos Esportes Aquáticos de Roma 2009, pela venezuelana Arlene Semeco. Esta é a primeira vez que Graci baixa dos 25 segundos e passa a ser a recordista brasileira da prova. Antes, o recorde nacional pertencia a Flávia Delaroli Cazziolato, com 24s98, feito em 2009. O tempo de Graciele melhora o índice que ela já possuía para o Pan-Pac, 25s02.

“Eu acho que minha prova foi perfeita. Só dei uma respirada. Esses 24s é o primeiro de muitos. Agora é ver as filmagens e querer sempre mais. Focando passo a passo a gente vai chegar lá. Sempre quero abrir o revezamento porque sempre quero dar o meu melhor. Eu tenho uma marca na cabeça que ainda não alcancei, mas está perto”, declarou Graciele.

Cesar Cielo também melhorou seu índice feito no Open de 2013 (21s92), e marcou 21s71 também na abertura do revezamento 4 x 50m livre, quando nadou com os companheiros de Minas Tênis Clube, Felipe Martins, Fernando Silva e Giovane Paula. O grupo venceu a prova com 1m27s57.

Osvaldo F/Contrapé

O campeão olímpico Cesar Cielo foi um dos nadadores que assegurou índice para o Pan-Pacific. Ele já está garantido para nadar a competição australiana nos 50m livre

“Esperava fazer um tempo melhor, mas, pensando bem, com este frio até que foi bom. Para dizer a verdade, espero fazer um bom Pan-Pacífico e ajudar a equipe brasileira, mas meu objetivo mesmo, neste ano, é o Mundial em Piscina Curta, no fim do ano”, adiantou Cielo. “Treinei este semestre para os 50 metros e agora vou direcionar o treinamento para a piscina curta. Sei que é em piscina de 25 metros e muitos já pensam apenas nas provas olímpicas. Já venci ambos e quero muito para o meu currículo mais um título mundial. Até os Jogos Olímpicos tem dois anos para voltar a focar na piscina olímpica”, detalhou o nadador, que ficou feliz pela vitória de seu clube e ficará ainda mais com o título. “Tivemos problemas, já que perdemos o Henrique Martins e a holandesa Femke (Frederick Heemskerk), ambos doentes”, lembrou Cielo.

A surpresa da noite ficou com Fábio Santi, do Pinheiros, que fez índice para o Pan-Pacífico nos 100m costas (54s32), deixando para trás pesos-pesados como Thiago Pereira, do Sesi/SP, que foi prata, com 54s90, e Guilherme Guido, do Pinheiros, bronze, com 55s24.

“Foi mais que o esperado. Eu queria fazer 54s60. Eu estava todo focado para esta competição. Foi melhor do que eu esperava, o melhor tempo da minha vida. Antes, eu tinha 54s93. Nos 200m costas vai ser uma briga legal, mas eu quero fazer o índice porque agora a expectativa aumentou. E os 200m foi a prova pra qual eu treinei”, disse Fábio.

Os resultados da primeira noite de finais confirmaram os índices para o Pan-Pacífico nos 200m livre masculino, com Nicolas Oliveira, do Minas Tênis, e João de Luccas, do Pinheiros, e também nos 100m costas, com Etiene Medeiros, do Sesi/SP. Com 1m47s17, Nicolas melhorou os 1m47s45 da parte da manhã e comemorou.

“Já há algum tempo vou bem nas eliminatórias e ‘danço’ nas finais. Estou feliz porque melhorei o tempo e ainda ganhei a prova. Vou com tudo para o Pan-Pacífico”, avisou Nicolas.

Na final, João de Luccas marcou 1m49s01, tempo que fica acima dos 1m48s42 do índice, mas ele já havia obtido o índice com o tempo de 1m48s30 conquistado pela manhã. Etiene também fez tempo pior à tarde, com 1m01s37, mas nas eliminatórias fez o melhor tempo da sua vida na prova, com 1m00s77.

Terminado o primeiro dia de disputas, a competição entre clubes já se mostra acirrada. O Corinthians saiu na frente com 394 pontos, seguido por Pinheiros (323) e Minas Tênis (293). O Sesi/SP é o quarto colocado (238) e o Grêmio Náutico União está em quinto (182).

Índices para o Pan-Pacífico 2014 – Troféu Maria Lenk

200m livre – Nicolas Oliveira – 1m47s17

200m livre – João de Luccas – 1m48s30

100m costas – Etiene Medeiros – 1m00s77

100m costas – Fabio Santi – 54s32

50m livre – Graciele Herrman – 24s76

50m livre – Cesar Cielo – 21s71

O programa de provas (eliminatórias às 9h30m e finais às 17h):

Dia 22/4 (3ª feira) - 200m peito F e M / 100m borboleta F e M / 1500m livre M

Dia 23/4 (4ª feira) - 400m medley F e M / 50m livre F e M / 4x200m livre F e M / 800m livre F

Dia 24/4 (5ª feira) - 200m borboleta F e M / 100m peito F e M / 50m costas F e M / 800m livre M

Dia 25/4 (6ª feira) - 200m medley F e M / 50m borboleta F e M / 400m livre F e M / 4x100m livre F e M

Dia 26/4 (sábado) - 100m livre F e M / 50m peito F e M / 200m costas F e M / 4x100m medley F e M

Resultados Finais – 1ª Etapa (21/04/2014)

200m Livre Fem
1) Larissa Oliveira – Pinheiros – 2m00s73 / 2) Manuella Lyrio – Minas Tênis – 2m00s94 / 3) Jessica Cavalheiro – Sesi/SP – 2m01s56

200m Livre Masc
1) Nicolas Oliveira – Minas Tênis – 1m47s17 / 2) João de Lucca – Pinheiros – 1m49s01 / 3) João Veras Amorim – Corinthians – 1m50s02

100m Costas Fem
1) Etiene Medeiros – Sesi/SP – 1m01s37 / 2) Natalia de Luccas – Corinthians – 1m02s41 / 3) Florênia Perotti – Grêmio Náutico União – 1m03s68

100m Costas Masc
1) Fabio Santi – 54s32 / 2) Thiago Pereira – Sesi/SP – 54s90 / 3) Guilherme Guido – Pinheiros – 55s24

1500m Livre Fem
1) Poliana Okimoto - Unisanta – 16m47s44 / 2) Ana Marcela Cunha – Sesi/SP – 17m01s39 / 3) Bianca Ávella – Corinthians – 17m04s35

Rev. 4 x 50m Livre Masculino
1) Minas Tênis – Cesar Cielo, Felipe Martins, Fernando da Silva e Giovane Paula – 1m27s57 / 2) Pinheiros – Marcelo Chierighini, Bruno Fratus, Leonardo Alcover, Jackson Candido – 1m28s17 / 3) Unisanta – Nicholas Oliveira, Matheus Santana, Vinicius Waked e Thiago Sickert – 1m29s37

Rev. 4 x 50m Livre Feminino
1) Corinthians – Katina Hosszú, Natalia de Luccas, Bruna Rocha e Jeanette Gray – 1m40s03 / 2) Minas Tênis – Inge Dekker, Carolina Bergamaschi, Roberta Albino e Lorrane Ferreira – 1m40s56 / 3) Sesi/SP – Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Jéssica Cavalheiro e Priscila de Souza – 1m42s33

www.brasil2016.gov.br
Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos

Mais...

Buscas

Todas as notícias