De volta ao CT Paralímpico a Seleção Brasileira de judô com foco na readaptação técnica

De volta ao CT Paralímpico a Seleção Brasileira de judô com foco na readaptação técnica
Foto: Alê Cabral / CPB

Treze judocas estão no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, para a primeira fase de treinamento da Seleção Brasileira de 2021. Eles ficarão concentrados no local até o domingo, 28. É a primeira vez que a equipe nacional se reúne depois da interrupção dos treinos presenciais devido à pandemia de covid-19.

AMIGO LEITOR

Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico.
Venha fazer parte desta família.
Colabore com a divulgação dos esportes.
Não deixe essa chama apagar.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro
Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Para promover o retorno dos atletas, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) submeteu todos os atletas desta modalidade aos critérios exigidos pelo protocolo sanitário elaborado desde a reabertura parcial do CT, em julho do ano passado.

O plano de retorno deste ano inclui a área de hospedagem do local, que prevê, no máximo, duas pessoas por acomodação e que todas as refeições serão servidas nos quartos. Não será permitido o uso do restaurante ou áreas comuns do residencial.

Judô Tênis

“Durante toda a pandemia, monitoramos os atletas à distância. Cada atleta tinha uma realidade e passou por dificuldades bem particulares, então tivemos que adaptar o treinamento individualmente. Esta fase é importantíssima para avaliarmos as condições dos atletas. Para isso, estamos realizando avaliações de força e potência, por meio de teste isocinético, da plataforma de salto, teste de preensão manual e composição corporal. Além disso, os atletas vão precisar de um tempo para readaptação técnica, que eles deverão conquistar com os treinamentos”, explicou Jaime Bragança, técnico da Seleção Brasileira de judô.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Um dos atletas convocados é a paulista do Guarujá Giulia Pereira, que foi a responsável por levar o judô brasileiro ao lugar mais alto do pódio no primeiro dia de disputas nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019. A judoca de 21 anos nasceu prematura, no quinto mês de gestação, e com 30% da visão, e, ao passar dos anos, perdeu a visão gradativamente.

“É uma felicidade gigantesca voltar ao CT. Parece que é a minha primeira convocação. No meio do momento que estamos passando, estamos seguindo todo o protocolo e os treinos estão cada vez melhores. Seguimos na preparação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio”, relatou Giulia, que é da categoria até 48kg.

Confira Abaixo A Lista De Atletas Convocados Pela Confederação Brasileira De Desportos De Deficientes Visuais (CBDV):

ALANA MARTINS MALDONADO (- 70 kg): Amei/SP
ANTÔNIO TENÓRIO DA SILVA (- 100 kg): Cesec/SP
ARTHUR CAVALCANTI DA SILVA (- 90 kg): Adevirn/RN
GIULIA DOS SANTOS PEREIRA (- 48kg): Cesec/SP
HARLLEY DAMIÃO PEREIRA ARRUDA (- 81 kg): Cesec/SP
KARLA FERREIRA CARDOSO (- 52 kg): Ceibc/RJ
LUAN SIMÕES PIMENTEL (- 73 kg): Ismac/MS
LÚCIA DA SILVA TEIXEIRA ARAÚJO (- 57 kg): Cesec/SP
MARIA NÚBEA DOS SANTOS LINS (- 52 kg): Reação/RJ
MEG RODRIGUES VITORINO EMMERICH (+ 70 kg): IRM/PR
REBECA DE SOUZA SILVA (+ 70 kg): Amei/SP
THIEGO MARQUES DA SILVA (- 60 kg): Aepa/PA
WILIANS SILVA DE ARAÚJO (+ 100 kg): Ceibc/RJ

Fonte: CPB (cpb.org.br)

Share