Maratonas Aquáticas

Brasil encerra participação com ouro na prova dos 25 km

1242.V

Divulgação/Ministério do Esporte
Ana Marcela com as três medalhas conquistadas: sexto pódio e vaga garantida Jogos Olímpicos de 2016

Ana Marcela com as três medalhas conquistadas: sexto pódio e vaga garantida Jogos Olímpicos de 2016

Maratonas Aquáticas

Ana Marcela conquistou o bicampeonato mundial e chegou ao terceiro pódio em Kazan, na Rússia, com medalhas de ouro, prata e bronze

Ana Marcela Cunha subiu ao pódio pela sexta vez em sua carreira, nesse sábado (1º), para receber a medalha de ouro pela prova dos 25 km. Essa é a terceira medalha da nadadora na competição, que sai da Rússia com um ouro, uma prata e um bronze.

A prova que rendeu o bicampeonato à nadadora de 23 anos teve duração de 5 horas, 13 minutos e 47 segundos, a mais longa do programa mundial. O Brasil encerrou a participação na Rússia com três atletas confirmados nos Jogos Olímpicos de 2016 – Ana Marcela, Allan do Carmo e Poliana Okimoto.

"Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo. Tínhamos planejado chegar a três medalhas no Mundial passado, mas não tive tanta paciência nos 25 e não nadei a prova por equipes. Viemos para cá mais preocupados em pegar a vaga olímpica, mas sabíamos que se eu nadasse bem os 10 e ganhasse da Poli eu iria nadar a prova por equipe. Nos 25 km a gente veio para buscar uma medalha, viemos obstinados a isso", afirmou Ana Marcela Cunha.

O pódio feminino ainda teve a húngara Anna Olasz (5h14m13s), com a prata, e a experiente alemã Angela Maurer (5h15m07s), com o bronze. Betina Lorscheistter, em sua estreia na distância, após completar 20 quilômetros de prova, sentiu-se mal e abandonou. Betina logo foi atendida pela organização e passa bem.

Durante todo o percurso, Ana Marcela esteve entre as primeiras colocadas. Mas a partir da sexta volta, com aproximadamente 15 km de prova, Ana assumiu a liderança e teve somente a companhia da húngara, com quem alternou posições, até a última volta. Nos últimos cinco quilômetros a brasileira voltou ao primeiro lugar e acelerou a nadada para comemorar a vitória. "Treinamos a arrancada final porque sabíamos que isso faria a diferença. Esperei a húngara chegar porque foram 25 km disputando com ela, mais de cinco horas. Isso se chama respeito", disse.

Balanço

Com o objetivo principal de colocar o maior número possível de atletas na prova olímpica de 10 km, em Copacabana, nos Jogos do Rio, a delegação brasileira de maratonas aquáticas analisou a competição como “além das expectativas ” e volta para o Brasil com boas expectativas para o Rio 2016 e ainda apresentando uma nova geração de nadadores.

Na classificação final, o Brasil ficou com a quarta colocação geral, com 63 pontos.

Medalhas do Brasil em Kazan

Maratona Aquática

Ouro – Ana Marcela Cunha – 25 km

Prata – Allan do Carmo, Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho – prova de equipe 5 km

Bronze – Ana Marcela Cunha – 10 km (prova olímpica)

Fonte:
Portal Brasil, com informações do Ministério do Esporte.

www.brasil.gov.br
Portal Brasil, com informações do Ministério do Esporte.

Mais...

Buscas

Todas as notícias