Judô

Vencedor do Grand Prix Masculino lutará contra Portugal no SuperDesafio BRA em São Paulo

4013.V

CBJ
Disputas de medalhas serão realizadas a partir das 12h50min (Brasília) e o confronto entre os países será às 16hs, tudo no ginásio Mané Garrincha.

Disputas de medalhas serão realizadas a partir das 12h50min (Brasília) e o confronto entre os países será às 16hs, tudo no ginásio Mané Garrincha.

O primeiro lugar do Grand Prix Nacional Interclubes Masculino trará um benefício a mais para o vencedor. Além de ostentar o título de melhor clube do país entre os homens, o campeão vai representar o Brasil no SuperDesafio BRA contra Portugal no domingo, dia 08 de novembro, às 16hs, no Ginásio Mané Garrincha, na capital paulista. A entrada é franca e o evento será transmitido ao vivo pelo SporTV.

“Essa foi uma forma de valorizar ainda mais a competição, considerada a mais importante para os clubes no calendário nacional ao lado do Troféu Brasil. Para qualquer judoca, representar a seleção brasileira em um evento internacional é uma grande honra”, disse Robnelson Ferreira, gestor técnico nacional e de eventos.

As disputas por medalhas do Grand Prix Masculino começarão a partir das 12h50, também com transmissão do SporTV. Primeiramente, será definido o terceiro colocado e em seguida acontece a grande final. Todos os confrontos também serão realizados no ginásio Mané Garrincha. Doze equipes disputam o título do GP: Pinheiros (SP), Reação (RJ), Minas (MG), Sogipa (RS), São José dos Campos (SP), Santo André (SP), SESI (SP), Sesc/Vitória (BA), Judô Queiroz (PI), Jequiá (RJ), Palmeiras (SP) e Osasco/Yanaguimori (SP).

A equipe de Portugal será formada por André Soares (66kg), Antoine Massart (66kg), Dorin Paladi (73kg), João Martinho (81kg), Tiago Rodrigues (90kg), Jaime Santos (90kg) e Diogo Silva (+90kg). Marco Morais será o treinador dos lusitanos. O time está mesclado com atletas mais experientes, como o pesado Diogo Silva de 25 anos, campeão europeu universitário em 2013 e bronze nas edições de 2011 e 2015; e jovens valores do judô português como o meio médio João Martinho que aos 19 anos foi bronze no Campeonato Europeu Sub 21 Oberwart 2015.

“Portugal é uma escola bastante tradicional do judô mundial. Tem uma medalha olímpica com Nuno Delgado no meio médio e nove medalhas em Mundiais. É sempre uma troca importante para o Brasil pelo estilo de luta desenvolvido por lá”, avaliou Ney Wilson, gestor de alto rendimento da CBJ.

Além deste, o Brasil já tem marcado mais um SuperDesafio BRA no mês de novembro, mais precisamente no dia 30, contra a Áustria, no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador-BA.

www.cbj.com.br
CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias