Rio 2016

Onde jogar badminton no Brasil? Fácil...

2835.V

Reprodução
Locais para prática e o aprendizado estão distribuídos por todo o país

Locais para prática e o aprendizado estão distribuídos por todo o país

Encontre o lugar mais próximo na plataforma digital do esporte

Encontrar um lugar para praticar seu esporte favorito no Brasil pode parecer fácil quando ele está entre os mais populares, como o futebol, basquetebol e voleibol. Mas e se você quiser praticar badminton, cujo evento-teste para os Jogos Rio 2016 começou na terça-feira (24)? A Federação Mundial de Badminton (BWF) e a Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) usaram a tecnologia para resolver um problema dos fãs do esporte no país e também das escolinhas e academias. Com o site descubraobadminton.com.br, as pessoas podem encontrar com facilidade um lugar mais próximo de suas casas para jogar.

A página foi implantada sobre uma plataforma de busca por localidade. No acesso, o site procura, automaticamente, mostrar as instituições mais próximas da residência do usuário com atividades de badminton e as aponta em um mapa. Também há uma opção de busca se a intenção for encontrar locais para aprender ou praticar badminton em outras cidades.

Os resultados são mostrados de forma que o internauta possa decidir a melhor rota de deslocamento e também acessar informações de endereço, telefone, horário de funcionamento e tipo de instituição (federação, escolinha, academia, clube). Também há uma opção para os usuários avaliarem a qualidade do serviço prestado e outra para a inclusão de novos locais no mapa.

Quando o usuário clica em um ponto do mapa com a peteca, recebe informações como endereço e horário de funcionamento (Foto: Reprodução)

Demanda atendida

Maria Van Grichen, gerente do Projeto Rio da BWF, explica que a ideia do site surgiu no Rio de Janeiro, em 2014, quando a Federação Mundial começou a promover atividades ao ar livre para divulgar o badminton e torná-lo mais familiar do público brasileiro antes dos Jogos Rio 2016. “Muita gente que não conhecia o esporte começou a jogar, curtir e perguntar: onde eu posso treinar? Aí eu percebi que a informação não estava disponível em estado nenhum do Brasil”, explica Maria.

A solução foi desenvolver a página na internet. “A ideia era criar uma via de mão dupla na qual uma pessoa pudesse pesquisar um lugar para jogar e, por outro lado, quem tem clubes, escolinhas ou grupos de prática pudesse cadastrar suas entidades”, completou Maria. Atualmente existem 202 pontos de prática de badminton no mapa e, segundo a gerente da BWF, a Federação faz uma verificação para garantir a real existência da arena e das atividades antes de confirmar a inclusão de uma nova informação na página. Se a passagem de Lin Dan pelo Brasil para participar do evento-teste para os Jogos Rio 2016 servir de inspiração para algum aspirante à atleta, ele já tem por onde começar.

Leia também:

Saiba mais sobre badminton

Astro do badminton, Super Dan é a principal atração de evento-teste no Riocentro

Lin Dan se prepara para conquistar o terceiro ouro seguido no badminton dos Jogos Olímpicos

www.rio2016.org
Rio 2016

Mais...

Buscas

Todas as notícias