Judô

Cariocas conquistam uma prata e dois Bronzes no Pan de Havana 2016

1495.V

FJERJ

Foi realizado nos dias 29 e 30 de abril, o Campeonato Pan-Americano de Judô, em Havana, Cuba e o Judô do Estado do Rio de Janeiro esteve representado pelos Atletas Rafaela Silva (57 kg), Victor Penalber (81 kg) e David Moura (+100 kg), ambos do Judô Comunitário Instituto Reação.

Mais uma vez, o judô brasileiro confirmou sua hegemonia continental fechando o Campeonato Pan-Americano de Havana, Cuba, em primeiro lugar geral com 17 pódios. Foram sete ouros, quatro pratas e seis bronzes conquistados pelos brasileiros na competição que se encerrou neste sábado, 30.

A distância para os principais adversários foi enorme já que Canadá, Estados Unidos e Cuba conquistaram apenas dois ouros cada. A Colômbia ficou com o último ouro.

O peso-pesado masculino foi decidido entre Rafael Silva e David Moura, que brigam ponto a ponto por uma vaga nos Jogos do Rio. Assim como no bronze do Grand Prix de Samsun, o duelo foi para o golden score e Rafael Silva levou a melhor sobre o compatriota pontuando com um waza-ari.

"É óbvio que nós dois estamos muito bem preparados para a Olimpíada. São poucas competições, mas a gente ainda vai concorrer a 1200 pontos e espero que eu consiga tirar essa diferença. A última cartada é o World Masters, que vale quase o dobro do Pan, e eu, vamos com tudo para o essa disputa e para o Grand Slam de Baku para conquistar minha vaga", disse David Moura.

No leve, Rafaela Silva foi surpreendida pela cubana Anailys Dorvigny nas quartas de final, mas se recuperou vencendo Gimena Laffeuillade, da Argentina, na repescagem, e Jessica Klimkait, do Canadá, na disputa do bronze.

“No ano olímpico, qualquer ponto é bem-vindo. Foi importante sair com a vitória. Não era o resultado que eu queria, mas semana que vem já tem outra competição. É seguir trabalhando para me manter no pódio”, disse Rafaela, lembrando-se do Grand Slam de Baku.

Rafaela Silva entrou nos tatames do Ginásio da Cidade Desportiva, em Havana – Cuba, para disputar o seu sexto Campeonato Pan-Americano de judô.

“Nós atletas sempre entramos no tatame para dar o nosso melhor e, claro, conseguir subir no lugar mais alto do pódio. Hoje o ouro não veio, mas ter conquistado a medalha de bronze também foi importante para somar mais pontos para as Olimpíadas. Agora é manter o foco e o trabalho porque semana que vem tem mais!”, disse à atleta que conquistou o seu segundo bronze em campeonatos pan-americanos.

Ela já havia conquistado duas pratas (2014 e 2015) dois ouros (2012 e 2013) um bronze (2011).

O Meio Médio, Victor Penalber, começou vencendo PENA Noel (Venezuela) e DUARTE Ivan (Argentina).

Em seguida foi surpreendido por um velho adversário, o americano STEVENS Travis.

Voltando para a disputa do Bronze derrotou TURCIOS Juan Diego (El Salvador).

“Queria agradecer o apoio de todo mundo pela conquista da medalha de bronze”. “Não era exatamente o que queria, mas cada competição tem uma história”. “E nessa história eu conquistei uma medalha de bronze e sempre pontuando, rumo aos Jogos do Rio 2016”. Disse Victor Penalber através do seu twitter.

O próximo compromisso da seleção é o Grand Slam de Baku, de 6 a 8 de maio. Parte da delegação que está em Cuba embarca direto para o Azerbaijão nesta segunda-feira. A competição será já no próximo final de semana.

Registramos também a participação do nosso Árbitro Internacional Fij A, Jeferson Vieira, no Pan-Americano.

O JUDÔ CARIOCA e a FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO parabenizam os atletas pelas medalhas conquistadas.

www.judorio.org
FJERJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias