Jogos Olímpicos

Mundial definirá seis vagas do pentatlo moderno para os Jogos Olímpicos

980.V

Ministério do Esporte
Yane Marques aproveita a competição para aperfeiçoar a preparação olímpica

Yane Marques aproveita a competição para aperfeiçoar a preparação olímpica

Rio 2016

Cerca de 190 pentatletas estão na capital russa para um dos principais eventos do ano do esporte olímpico

Os melhores atletas do pentatlo moderno mundial estão reunidos em Moscou, na Rússia, para a edição de 2016 do Campeonato Mundial Sênior da modalidade. Cerca de 190 pentatletas – por volta de 110 homens – estão na capital russa para um dos principais eventos do ano do esporte olímpico. Ao final dos sete dias de disputas, o torneio terá distribuído seis vagas para os Jogos Olímpicos Rio 2016 – três no masculino e três no feminino.

O Brasil vai participar das disputas individuais do Mundial da Rússia, que começou nesta quarta-feira (23), com a qualificação feminina. Dentre as cerca de 70 competidoras de quase 30 países, estarão presentes Larissa Lellys, Priscila Oliveira e Yane Marques. As brasileiras e os demais competidores vão disputar as provas de esgrima, natação, hipismo e o evento combinado de tiro e corrida do torneio no lendário Estádio Olímpico de Moscou, que foi uma das sedes dos Jogos Olímpicos de 1980 na capital russa.

No último Mundial, a medalhista olímpica Yane Marques, bronze em Londres 2012, conquistou a medalha de bronze, que assegurou sua vaga para Rio 2016. Foi a segunda medalha da brasileira em um Mundial da modalidade. Em 2013, ela foi vice-campeã.

A pernambucana seguiu para a Rússia direto da França, onde participou de um camping training de duas semanas. “O camping foi excelente. Tive a oportunidade de jogar esgrima com o time feminino local, o que fez o treinamento ter sido muito rico”, destaca a atual número 4 do mundo.

Como conquistou sua vaga para Rio 2016 com certa antecedência, Yane tem aproveitado as competições que têm surgido para aprimorar sua preparação para os Jogos. O Mundial de Moscou é uma delas. “O Mundial é a ultima prova muito forte antes dos Jogos. É mais uma prova controle para me manter em ritmo de competição e, obviamente, vai medir algumas variáveis para o refino da preparação para as Olimpíadas efetivamente”, explica a brasileira de 32 anos.

De olho nas vagas

Na briga por uma possível segunda vaga para o Brasil em Rio 2016, Larissa Lellys vê no Mundial de Moscou uma oportunidade de garantir bons pontos no ranking mundial que vai definir as últimas vagas do Pentatlo Moderno para os Jogos. “Se eu obter uma colocação sensacional, estarei classificada”, a pentatleta de 33 anos não descarta uma classificação direta para os Jogos via o Mundial.

Assim como Larissa, o time masculino brasileiro que vai competir no Mundial de Moscou, a partir de quinta (26), também está de olho em se garantir nas próximas Olimpíadas. Dentre Danilo Fagundes, Felipe Nascimento e Enrico Ortolani, os dois primeiros estão na briga por uma vaga para os Jogos.

O Brasil tem direito a uma vaga no masculino caso não classifique ninguém via seletiva. Felipe Nascimento – líder do ranking nacional e o brasileiro mais bem colocado no ranking mundial (58º) –, vem treinando para ser um dos pentatletas brasileiros em Rio 2016. “Estou treinando bem e bastante focado para fazer uma boa competição. Há algumas semanas, participei do Nacional de Esgrima em Curitiba, que serviu como um treino de luxo, visando aumentar meu volume de jogo”, ele conta.

O pernambucano de 22 anos já competiu no Estádio Olímpico de Moscou em 2011, por ocasião do Mundial Sênior daquele ano. Ele guarda boas recordações da arena. “Foi uma competição muito bem estrutura. Eles fizeram a área do combinado, esgrima e hipismo tudo no mesmo local. E a natação era num local ao lado; o tipo de competição perfeita. Espero encontrar boas instalações e uma competição super organizar como foi em 2011”, o brasileiro torce.

Sétimo do ranking nacional, Enrico Ortolani vê no Mundial de Moscou uma boa oportunidade para melhorar suas marcas pessoais. Esta será a sexta competição internacional do paulista de 32 anos neste ano. “Estou conseguindo imprimir mais ritmo nos treinos”, ele antecipa. “Na Rússia, tenho planos de fazer minhas melhores marcas da vida na esgrima, na natação e também no combinado, além de disputar para valer a vaga da final”, Enrico acrescenta.

Dentre os seis brasileiros que vão participar do Mundial da Rússia, Felipe foi revelado no PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Pernambuco para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade. Ele também faz parte do Programa de Alto Rendimento da Força Aérea Brasileira como Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA).

Todos recebem o benefício da Bolsa Atleta do Ministério do Esporte; Yane, inclusive, na modalidade Bolsa Pódio. Ela, Larissa, Priscila e Felipe também recebem a Bolsa Atleta do Governo do Estado de Pernambuco. O trio feminino ainda está no Programa de Alto Rendimento do Exército Brasileiro como Terceiro Sargento da Comissão de Desportos do Exército (CDE) e integra o Time Brasil cartier replica, do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

www.brasil.gov.br
Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM)

Mais...

Buscas

Todas as notícias