Judô

Seleção brasileira de judô participa do programa de integração do COB

1419.V

Rafael Bello/COB
Medalhistas olímpicos Fabi, do vôlei, e Lars Grael, da vela, trocaram experiências com os atletas classificados para os Jogos Rio 2016

Medalhistas olímpicos Fabi, do vôlei, e Lars Grael, da vela, trocaram experiências com os atletas classificados para os Jogos Rio 2016

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) realizou na última sexta-feira, dia 03, em sua sede no Rio de Janeiro, o quarto encontro do Programa de Integração Time Brasil 2016, que tem como objetivo informar aos atletas os preparativos da Missão Brasileira para os Jogos Olímpicos, em agosto. Desta vez, o COB reuniu os judocas da seleção brasileira convocados para representar o país na maior competição esportivo no mundo. Mais de 140 atletas já participaram dos encontros de integração, iniciados há três meses.

O presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, participou da abertura do evento e desejou boa sorte aos atletas, reafirmando sua torcida por eles nos Jogos Rio 2016. Na sequência, além de participarem de dinâmicas e assistirem a palestras com informações sobre todos os aspectos da Missão Brasileira para os Jogos Rio 2016, os judocas tiveram a oportunidade de conversar com a líbero Fabi, bicampeã olímpica de vôlei em Pequim 2008 e Londres 2012, e com o velejador Lars Grael, bronze nos Jogos Seul 1988 e Atlanta 1996.

Representante do Brasil na categoria meio-médio (81kg), o carioca Victor Penalber participará pela primeira vez de uma edição dos Jogos Olímpicos e elogiou a iniciativa do COB.

"Na presença de nomes como esses que estavam aqui, a gente tem que parar e escutar. Todos os dias me deito na cama e tento imaginar como vou me sentir nos Jogos Olímpicos, então, parar e ouvir quem já esteve lá é o melhor jeito de tentar me aproximar desse sentimento", disse Penalber.

Com a experiência dos Jogos Londres 2012 na bagagem, Rafaela Silva também gostou de participar do Programa de Integração.

"Será minha segunda edição dos Jogos Olímpicos, mas nossa equipe tem atletas bem jovens, que estão indo pela primeira vez. Trocar um pouco de experiência é sempre muito bom para motivar cada vez mais e seguir para os treinos bem para podermos fazer uma grande competição", afirmou Rafaela.

Gestor técnico de alto rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Ney Wilson acredita que o encontro ajudará os atletas a conquistar bons resultados na principal competição da temporada.

"Terminamos esse evento, na minha avaliação, de forma fantástica. A experiência transmitida aqui pela Fabi e pelo Lars aos nossos atletas, apesar de termos inúmeros medalhistas olímpicos e mundiais, foram fundamentais. Acredito muito que esses pequenos detalhes podem fazer uma grande diferença no resultado final. Ficam aqui os nossos sinceros agradecimentos aos Lars, a Fabi e ao COB por toda essa estrutura que estão nos oportunizando de crescer. Esperamos poder contribuir no resultado final. Não podemos garantir nada, mas com certeza a melhor preparação está sendo feita para que eles tenham possibilidade e oportunidade de subir no pódio olímpico", finalizou Ney Wilson.

www.cbj.com.br
Assessoria de imprensa do COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias