Judô

Judocas do Time de Refugiados visitam sede da CBJ, no Rio de Janeiro

39.V

CBJ
Acompanhados pelo técnico Geraldo Bernarndes, Popole Misenga e Yolande Bukasa foram recebidos pelo presidente Paulo Wanderley Teixeira nessa quarta-feira

Acompanhados pelo técnico Geraldo Bernarndes, Popole Misenga e Yolande Bukasa foram recebidos pelo presidente Paulo Wanderley Teixeira nessa quarta-feira

Integrantes do Time de Refugiados que disputarão os Jogos Olímpicos Rio 2016 sob a bandeira do Comitê Olímpico Internacional, os judocas Popole Misenga e Yolande Bukasa visitaram a sede da Confederação Brasileira de Judô nessa quarta-feira, 22. Acompanhados pelo técnico Geraldo Bernardes, que foi treinador da seleção brasileira por 20 anos, os congoleses foram recebidos pelo presidente da CBJ, Paulo Wanderley Teixeira.

Na visita, eles receberam os cumprimentos dos funcionários da CBJ e conheceram a estrutura administrativa da entidade, cujo escritório fica no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

"Fiquei impressionado com o tamanho da sede da CBJ. É grande e tem um dojô. Muito legal", observou Popole.

Os dois judocas treinam no Instituto Reação ao lado dos atletas olímpicos brasileiros, Rafaela Silva e Victor Penalber, que é, inclusive, da mesma categoria que Popole, o peso-meio-médio. Recentemente, ambos participaram de treinamentos de campo com a seleção brasileira no Rio de Janeiro e em Pindamonhangaba.

"É importante apoiarmos estimularmos esse tipo de cooperação, pois é nisso que residem os valores olímpicos", comentou Paulo Wanderley. "Eles têm uma história de superação incrível, são verdadeiros guerreiros e ficamos todos felizes com a confirmação da participação deles nos Jogos do Rio. É uma mensagem muito positiva, tanto para o esporte, quanto para a sociedade em geral."

www.cbj.com.br
CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias