Judô

Com quatro judocas em ação, Brasil fatura quatro ouros no Aberto de El Salvador

1408.V

CBJ
Participação terminou neste sábado, 02 de junho. Com exceção de Jéssica Pereira, atletas seguem para treinamento de campo em Pindamonhangaba.

Participação terminou neste sábado, 02 de junho. Com exceção de Jéssica Pereira, atletas seguem para treinamento de campo em Pindamonhangaba.

O Brasil foi impecável no Aberto de San Salvador. Neste sábado, 02 de junho, o país foi representado por quatro judocas e teve 100% de aproveitamento, conquistando quatro ouros com Jéssica Pereira no meio-leve, Alexia Castilhos no meio-médio, Vitor Hugo Carvalho no ligeiro e Eduardo Katsuhiro Barbosa no leve.

Jéssica Pereira (52kg) foi a primeira a conquistar uma medalha. Como só três judocas estavam inscritas na categoria, o pódio foi definido logo pela manhã. Com dois ippons, a brasileira venceu Diana Diaz(ECU) e Fátima Gomez(ESA) e garantiu o ouro.

Alexia Castilhos(63kg) também só precisou de duas lutas para garantir o ouro no Aberto de San Salvador. Mas a primeira luta foi dura, contra uma atleta que está acostumada a disputar o Circuito Mundial, a americana Hannah Martin. Mas Alexia fez uma luta bastante estratégica e conseguiu a vitória por ter sofrido uma punição a menos (2 a 1) que a adversária. Na final, um yuko e depois o ippon sobre Alisha Galles(EUA) por ippon.

Vitor Hugo Carvalho (60kg) foi o que mais lutou para chegar ao topo do pódio. O ligeiro precisou de quatro lutas para conquistar o ouro: venceu as duas primeiras lutas, contra José Ramirez (ESA) e Julio Molina (GUA), por ippon; e as duas últimas, contra Adonis Diaz (EUA) e José Ramos (GUA), por ter sofrido um shidô a menos que os adversários.

E o último ouro do dia veio com Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg)! O brasileiro venceu Bradford Bolen (EUA) e Bradley Langlois(CAN) por ippon e, na final, derrotou Alexander Turner (EUA) na diferença de punições.

“Os atletas representaram o Brasil muito bem. Apesar de jovens, se mostraram maduros durante toda a competição, atuando com muita inteligência e competência”, disse Amadeu Moura Júnior, chefe da delegação brasileira em El Salvador, lembrando que todos os atletas tinham menos de 24 anos.

Os abertos continentais como esse em San Salvador distribuem até 100 pontos no ranking mundial para o primeiro colocado em cada categoria de peso. Dos medalhistas, o segundo lugar leva 60 e os terceiros, 40 pontos, que já contarão para o ciclo olímpico de Tóquio 2020.

Enquanto isso, a equipe olímpica segue um calendário de treinamentos de campo. Quatro judocas da equipe olímpica feminina estão na Espanha desde a última sexta-feira e a equipe masculina mais Rafaela Silva, Mariana Silva e Mayra Aguiar treinarão em Pindamonhangaba, interior de São Paulo, a partir deste domingo, dia 03. Alexia Castilhos, Vitor Hugo Carvalho e Eduardo Katsuhiro Barbosa seguem diretamente de El Salvador para o TC.

- Súmulas 02/07 - Aberto Pan-Americano de San Salvador 2016

www.cbj.com.br
CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias