Tradutor/ Translate

Confira algumas curiosidades do Jogo das Estrelas 2021

Confira algumas curiosidades do Jogo das Estrelas 2021
Foto: NBB

Vem aí o Jogo das Estrelas 2021! Todos estão acostumados com o tradicional confronto entre NBB Brasil x NBB Mundo, mas nesta edição será diferente, com quatro equipes e um formato “Final 4” nos quartos.
Para entrar ainda mais no clima da partida, separamos algumas curiosidades, informações e recordes históricos das nove edições da maior festa do basquete brasileiro, que será uma grande ação social em prol das vítimas do Covid-19.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

O duelo entre os dois elencos do NBB Brasil, NBB Mundo e NBB Jovens Estrelas será realizado no sábado (20/03), às 16 horas, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), com transmissão ao vivo na ESPN e na TV Cultura.

Judô Tênis

O novo formato do Jogo

Depois de novo anos de duelos entre NBB Brasil x NBB Mundo, a atual edição contará com um formato inovador e mais dois elencos na disputa: mais um NBB Brasil e o NBB Jovens Estrelas.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Dessa maneira, os quatro quartos do confronto tradicional de basquete serão substituídos por quatro mini-jogos de 10 minutos num modelo “Final 4”. As semifinais terão os duelos entre dois times formados por atletas brasileiros e um outro entre os estrangeiros e os jovens talentos sub-25 do NBB. Os perdedores se enfrentam na disputa de terceiro lugar e os vencedores avançam para a grande final do Jogo das Estrelas 2021 (conforme abaixo):

1º Período: NBB Brasil (Alex Garcia) x NBB Brasil (Marquinhos)
2º Período: NBB Mundo (Shamell) x NBB Novas Estrelas (Georginho)
3º Período: Disputa de 3o Lugar (entre os times perdedores)
4º Período: Final (entre os times vencedores)

Os campeões e recordistas do 3 Pontos Budweiser

2009 – Fernando Fischer (19 pontos)

2010 – Thiaguinho (18 pontos)

2011 – Fernando Fischer (20 pontos) – 22 na primeira fase junto com Benite

2012 – Helinho Garcia (21 pontos)

2013 – Matheus Dalla (19 pontos) – 21 pontos na primeira fase

2014 – Marcelinho Machado (23 pontos)*

2015 – Marcelinho Machado (23 pontos)*

2016 – Duda Machado – campeão (18 pontos na final)

2017 – Jefferson William – 19 pontos

2018 – Rafael Hettsheimeir – 19 pontos

2019 – Felipe Vezaro (22 pontos)

Recordistas de bolas de 3 pontos no Jogo das Estrelas:

1º Robert Day (2011) – 12 convertidas*

2º Marcelinho Machado (2010) – 8 convertidas

Jefferson William (2019)

3º Marcelinho Machado (2009) – 7 convertidas

4º Alex Garcia (2014) – 6 convertidas

Larry Taylor (2016)

Os MVP’s

O último dos 11 MVP’s do Jogo das Estrelas foi Jefferson William, em 2019. Na época jogador do Bauru, o experiente ala/pivô acertou oito bolas de 3 pontos e terminou o confronto com incríveis 28 pontos e 11 rebotes.

Os craques Shamell e Alex Garcia são os atletas que mais conquistaram o prêmio de MVP do Jogo das Estrelas na história, com três e dois troféus, respectivamente. Confira a lista de MVP’s dos respectivos Jogos das Estrelas e suas atuações:

2009 – Shamell (Limeira) – Equipe Ubiratan – 37 pontos

2010 – Marcelinho Machado (Flamengo) – Equipe Kanela – 38 pontos

2011 – Robert Day (Uberlândia) – NBB Mundo – 50 pontos

2012 – Murilo Becker (São José) – NBB Brasil – 15 pontos e 6 rebotes (22 de eficiência)

2013 – Alex Garcia (Brasília) – NBB Brasil – 26 pontos e 7 rebotes (32 de eficiência)

2014 – Alex Garcia (Brasília) – NBB Brasil – 33 pontos e 10 rebotes (43 de eficiência)

2015 – Ricardo Fischer (Bauru) – NBB Brasil – 26 pontos e 13 assistências (42 de eficiência)

2016 – Shamell (Mogi) – NBB Mundo – 33 pontos, 7 rebotes e 7 assistências (40 de eficiência)

2017 – Shamell (Mogi) – NBB Mundo – 18 pontos, 6 rebotes e 2 assistências (15 de eficiência)

2018 – Varejão (Flamengo) – NBB Brasil – 18 pontos e 15 rebotes (30 de eficiência)

2019 – Jefferson William (Bauru) – NBB Brasil – 28 pontos e 11 rebotes (37 de eficiência)

Shamell: 100% de presença

Capitão do NBB Mundo, Shamell nunca esteve fora de uma edição de Jogo das Estrelas. A edição de 2021 será a 12ª do jogador em 12 existentes. Outro marca histórica do maior cestinha da história do NBB e jogador com mais MVP’s do Jogo das Estrelas.

Abaixo dele, estão Alex Garcia (11ª participação) e Marquinhos (8ª participação). David Jackson e Tyrone Curnell aparecem logo abaixo, caminhando para a 7ª edição de cada um deles. Depois tem Fúlvio e Holloway (6ª participação), Bennett e Rafael Mineiro (5ª participação), e Yago Mateus, Lucas Dias, Kyle Fuller, Ricardo Fischer e Lucas Mariano (3ª participação).

2.662 pontos

Uma tradição de Jogos das Estrelas de todo o mundo é o grande número de pontos nos confrontos. E no evento do NBB isso não é diferente, tem muita cesta e placares altíssimos todo ano. Até aqui, na soma das 11 edições anteriores, a partida das estrelas do basquete brasileiro já teve 2.662 pontos – média de 242 pontos por jogo.

Torneio de 3 Pontos por equipe?

O Torneio de 3 Pontos costuma acontecer sempre antes da partida entre as estrelas do basquete brasileiro. Mas o que se vê em quadra nesses confrontos é praticamente uma disputa de bolas do perímetro.

O número de bolas de 3 pontos convertidas vem aumentando de edição para edição. Na primeira (2009) foram 22, enquanto na última (2019) esse número chegou em 39 – novo recorde. Será que nesta edição os quatro times juntos quebrarão essa marca?

Confira a quantidade de arremessos de 3 pontos em cada partida:

2009 – Equipe Ubiratan 11 x 11 Equipe Rosa Branca = 22 no total
2010 – Equipe Kanela 14 x 9 Equipe Pedroca = 23 no total
2011 – NBB Brasil 8 x 18 NBB Mundo = 26 no total
2012 – NBB Brasil 12 x 14 NBB Mundo = 26 no total
2013 – NBB Brasil 15 x 18 NBB Mundo = 33 no total
2014 – NBB Brasil 18 x 16 NBB Mundo = 34 no total
2015 – NBB Brasil 19 x 16 NBB Mundo = 35 no total
2016 – NBB Brasil 18 x 17 NBB Mundo = 35 no total
2017 – NBB Brasil 9 x 15 NBB Mundo = 24 no total
2018 – NBB Brasil 18 x 18 NBB Mundo = 36 no total
2019 – NBB Brasil 26 x 13 NBB Mundo = 39 no total

Vantagem brasileira no confronto

O sistema NBB Brasil x NBB Mundo teve sua primeira edição em 2011 e, desde então, oito partidas foram realizadas neste formato. A vantagem é brasileira: seis vitórias contra três dos estrangeiros. Na atual edição, entram na disputa mais um NBB Brasil e o NBB Novas Estrelas. Será que o título segue na dupla NBB Brasil e NBB Mundo, ou as Novas Estrelas vão surpreender?

2011 – NBB Brasil 99 x 115 NBB Mundo

2012 – NBB Brasil 125 x 102 NBB Mundo

2013 – NBB Brasil 146 x 144 NBB Mundo

2014 – NBB Brasil 126 x 116 NBB Mundo

2015 – NBB Brasil 131 x 110 NBB Mundo

2016 – NBB Brasil 135 x 138 NBB Mundo

2017 – NBB Brasil 96 x 108 NBB Mundo

2018 – NBB Brasil 130 x 121 NBB Mundo

2019 – NBB Brasil 144 x 92 NBB Mundo

Sobre o Jogo das Estrelas 2021

Conhecido como um dos maiores eventos de esporte e entretenimento do país, o Jogo das Estrelas unirá os clubes e os atletas do NBB para uma enorme ação social em prol das vítimas da Covid-19 no Brasil.

Em março de 2020, o próprio Jogo das Estrelas estava previsto para o Ginásio do Ibirapuera, mas teve de ser cancelado com uma semana de antecedência devido ao início da pandemia no Brasil. Este ano, o evento será realizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB) em parceria com a Associação dos Atletas Profissionais de Basquete (AAPB), na cidade do Rio de Janeiro, no Ginásio Tijuca Tênis Clube, nos dias 19 e 20 de março.

Confira a programação do Jogo das Estrelas 2021:

19/03 (sexta-feira) – ao vivo na ESPN, na Twitch e no Facebook do NBB

– Betmotion Habilidades
– 3 Pontos Budweiser
– Enterradas Kwai

20/03 (sábado) – ao vivo na TV Cultura e na ESPN

1º Período: NBB Brasil (Alex Garcia) x NBB Brasil (Marquinhos)
2º Período: NBB Mundo (Shamell) x NBB Novas Estrelas (Georginho)
3º Período: Disputa de 3º Lugar (entre os times perdedores)
4º Período: Final (entre os times vencedores)

Fonte: NBB (lnb.com.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.