Hipismo

Brasil é décimo colocado no primeiro dia de disputas por equipes do Hipismo CCE

1050.V

Atletas temem que barulho da torcida atrapalhe suas montarias

Atletas temem que barulho da torcida atrapalhe suas montarias

Carlos Parro e Marcio Appel foram os primeiros brasileiros a disputar a prova classificatória do adestramento individual e por equipes do CCE, realizada na manhã deste sábado, 6 de agosto, no Centro Olímpico de Hipismo. Com 104,50 pontos de penalizações, o Brasil encerrou o primeiro dia de competições em décimo lugar (a Alemanha terminou na liderança, com 82,50). Enquanto isso, na disputa individual, Parro e Appel ficaram na 16ª e 28ª colocações, respectivamente.

Appel acertou 61,85% de seu percurso, totalizando 57,2 em faltas. Parro, por sua vez, obteve sucesso em 68,46% (47,3 em faltas). Neste primeiro dia, ambos observaram que o barulho da torcida pode assustar os cavalos e, consequentemente, atrapalhar os brasileiros no restante das provas.

“Sinceramente, já esperávamos que esta festa pudesse acontecer e fizemos uma preparação. Como no golfe e no tênis, o silêncio ajuda. Tentei canalizar isso para o lado positivo, me manter relaxado e acalmar o cavalo. Mas temos de treinar a torcida, pois há cavalos um pouco mais tensos”, revelou Appel.

RESULTADOS: saiba como foi o desempenho do Time Brasil no dia 6 de agosto
FOTOS: as melhores imagens deste sábado nos Jogos Olímpicos Rio 2016
CERIMÔNIA DE ABERTURA: relembre como foi a festa no Maracanã

www.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias