Judô

Erika Miranda repete Londres 2012 e termina em quinto lugar entre os Meio-Leves

862.V

Washington Alves/Exemplus/COB

"A maior derrota é sair daqui sem medalha", disse a judoca

Não foi dessa vez. A meio-leve Erika Miranda brigou pela medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, mas acabou derrotada por Misato Nakamura, do Japão, na disputa pelo bronze. Com o quinto lugar, ela repetiu o resultado obtido em Londres 2012.

“Antes de tudo, estou agradecida por tudo o que passei nos meus ciclos olímpicos. Faltou muito pouquinho e fica esse sentimento ruim. A maior derrota é sair daqui sem medalha. Passa um filme pela minha cabeça. Sei o sacrifício que fiz para estar aqui. O atleta que sobe ao tatame quer mais do que todo mundo. Só que isso aqui são os Jogos Olímpicos. O público me ajudou bastante, principalmente contra a romena”, ressaltou Erika.

Vice-campeã mundial em 2013 e medalhista de bronze em 2014 e 2015, além de campeã dos Jogos Pan-americanos Toronto 2015, Erika era mais uma esperança de medalha para o país.

Na Arena Carioca 2, a judoca superou na estreia a tunisiana Hela Ayari, 17ª do ranking mundial, por ippon. Nas quartas de final, acabou derrotada por wzari para a chinesa Yingnan Ma, campeã asiática em 2015. Na repescagem, ela superou a romena Andreea Chitu, vice-campeã mundial em 2014 e 2015, antes de ser derrotada por Nakamura.

Nesta segunda-feira, 8 de agosto, o Brasil tenta sua primeira medalha olímpica no judô com os pesos leves Alex Pombo e Rafaela Silva.

www.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias