Dupla Bruna Takahashi e Vitor Ishiy de olho no Pré-Olímpico em abril

Foto: Alexandre Loureiro/COB

O tênis de mesa brasileiro passou a observar com atenção uma parceria de jovens. Bruna Takahashi e Vitor Ishiy, acostumados a brilhar em torneios individuais, tiveram um bom desempenho na semana passada, no torneio de duplas mistas do WTT Star Contender, em Doha, no Catar. Exatamente no momento onde estarão buscando a vaga de duplas mistas nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

AMIGO LEITOR

Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico.
Venha fazer parte desta família.
Colabore com a divulgação dos esportes.
Não deixe essa chama apagar.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro
Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

O Brasil venceu o Pré-Olímpico de Equipes das Américas nos dois naipes, em 2019, no Peru. Com isso, garantiu as duas vagas continentais do torneio de equipes e as duas vagas de cada naipe no individual. O Pré-Olímpico, de 13 a 17 abril, em Rosario, na Argentina, servirá para classificar uma parceria de duplas mistas. Bruna e Vitor representarão o Brasil.

  • TÓQUIO 2020 – Conheça as 197 vagas confirmadas do Brasil nos Jogos do Japão

No Catar, eles eliminaram os egípcios Dina Meshref e Omar Assar, conquistando a vaga na chave principal, e, depois, nas oitavas de final, bateram os húngaros Szandra Pergel e Adam Szudi, que ocupam a 15ª colocação no ranking. Acabaram caindo para a dupla número 6 do mundo, os eslovacos Barbora Balazova e Lubomir Pistej, vencendo um set e vendendo caro os outros três.

Judô Tênis

A dupla mista foi crescendo durante a competição, alcançou as quartas de final e mostrou que tem potencial para evoluir e jogar num alto nível. “Agora, é a vez do desafio do Pré-Olímpico. Sabemos que será um torneio bem difícil, pois só há uma vaga em disputa, e temos vários adversários de alto nível. Nossa expectativa é a de conseguir propor, passo a passo, nosso melhor nível, sem pensar demais no resultado final”, explica o técnico Francisco Arado, o Paco.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

No ranking desta semana, Bruna e Vitor já aparecem em 32° lugar no ranking mundial de duplas mistas, subindo 32 posições em relação ao ranking da semana anterior. Subir de patamar é um objetivo, subir ao alto do pódio também, assim como fizeram outras vezes, em competições na América do Sul. O entrosamento, por sinal, parece ser um fator bem importante para os brasileiros.

“Sim, eles já jogaram no passado e conseguiram bons resultados, foram campeões dos Jogos Sul-Americanos, em 2018. Foi bem positivo encarar duplas de alto nível no Catar e conseguir competir com condições de vencer. Eles ainda têm muito para evoluir, mas acho que essa dupla tem potencial para isso”, finaliza o técnico.

Fonte: COB (cob.org.br)

Share