Natação

Revezamento 4X100m Medley termina em sexto no encerramento da Natação

837.V

Flavio Florido/Exemplus/COB
Brasil encerra sua participação sem medalhas, mas com recorde de finais

Brasil encerra sua participação sem medalhas, mas com recorde de finais

A natação brasileira encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos Rio 2016 com um sexto lugar no revezamento 4x100m medley. O quarteto composto por Guilherme Guido, João Gomes Júnior, Henrique Martins e Marcelo Chierighini fez 3m32s84, nesta que foi a primeira final brasileira na prova após 36 anos.

“Demos o máximo, mas eu particularmente não estava bem. De todo modo, estar em uma final olímpica, entre os melhores do mundo, não dá para lamentar”, afirmou Guilherme Guido.

Na final dos 50m livre feminino, Etiene Medeiros piorou o tempo que havia feito na semifinal e terminou em oitavo lugar: 24s69. “Entrei na prova sonhando, como o Xuxa, que pegou um bronze na raia 1 (Atlanta 1996). Não deu, mas estou bem feliz. Tive que me preparar muito mentalmente para chegar até aqui. Agora é pensar adiante, já que até 2020 tem muita coisa para acontecer. No momento, quero mesmo é relaxar”.

Apesar de não ter conquistado nenhuma medalha, a delegação brasileira atingiu o maior número de finais de sua história: oito.

“Temos que sair de cabeça erguida. É frustrante não ter conseguido as medalhas, mas acho que, no geral, nós ficamos satisfeitos com o que a equipe de natação fez”, confessou João Gomes Júnior, quinto lugar nos 100m peito e responsável pelo melhor resultado do Brasil na modalidade.

www.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias