Triatlo

Pamella Oliveira fica em 40º Lugar no Triatlo

1078.V

Alaor Filho/Exemplus/COB
Brasileira terminou em quarto lugar na prova de natação mas não suportou o ritmo do ciclismo

Brasileira terminou em quarto lugar na prova de natação mas não suportou o ritmo do ciclismo

Com o apoio da torcida, do início ao fim, na praia de Copacabana, Pamella Oliveira começou bem na natação, a primeira prova do triatlo dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Terminou na quarta posição entre as 55 competidoras. Mas a brasileira não conseguiu suportar o ritmo do ciclismo e da corrida, encerrando sua participação em 40º lugar na classificação geral, com o tempo de 2h04m03s. Em Londres 2012, havia terminado na 30ª colocação.

Depois de nadar 1,5km em 19m04s, a apenas três segundos da primeira colocada, a espanhola Carolina Routier, Pamella não repetiu o desempenho no ciclismo: completou as oito voltas (38km) em 1h24min43s, perdeu 23 posições e caiu para a 27ª colocação. A sueca Lisa Nordes foi a primeira colocada com 1h21m28s. Já nos 10km da corrida, a triatleta brasileira terminou em 40º lugar, com o tempo de 38m40s.

"Comecei como esperava: nadei bem e saí em uma boa posição na frente, sem grande esforço, para me guardar bastante para a primeira subida, que eu sabia que podia me tirar completamente da disputa. Me dediquei aos treinos com muitas séries de rampa. Fui para a França para treinar em um lugar só de montanhas. Fiquei lá três meses só treinando subida, mas, infelizmente, não foi suficiente. A subida me venceu e me tirou qualquer possibilidade. Fiquei bem triste por ter saído tão rápido da disputa. No segundo pelotão já era mais difícil ter um bom resultado. Fico chateada por ter obtido uma colocação pior do que em Londres. Estava mais bem preparada dessa vez", disse Pamella, que se emocionou ao falar do apoio da torcida.

"Pedi e a torcida veio em peso. Ela não me deixou um minuto sequer e merece a medalha de ouro. Cada passo que eu dei foi com a torcida e isso me emocionou bastante. Tentei dar o meu melhor no final, mas não deu".

A medalha de ouro foi conquistada por Gwen Jorgensen, dos Estados Unidos (1h56m16s). Nicola Spirig Hug, da Suíça, ficou com a de prata (1h56m56s) e Vicky Holland, da Grã Bretanha, com a de bronze (1h57m01s).

www.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias