Judô

Judô vai em busca de medalhas no primeiro dia dos Jogos Paralímpicos

1156.V

Wander Roberto/CBDV/Inovafoto
Karla Cardoso e Michele Ferreira em duelo pela categoria -52kg. Karla vai cometir na categoria de baixo

Karla Cardoso e Michele Ferreira em duelo pela categoria -52kg. Karla vai cometir na categoria de baixo

Chegou o dia que todos esperavam. Os Jogos Paralímpicos Rio 2016 vão começar. O maior evento do paradesporto mundial terá início nesta quinta-feira (8), e logo no primeiro dia de competições o Brasil terá a chance de conquistar medalhas no Judô Paralímpico, além das estreais das seleções masculina e feminina de Goalball.

Modalidade que já rendeu 18 medalhas para o Brasil, o Judô Paralímpico será representado neste primeiro dia por quatro judocas. Prata nas edições de Atenas, em 2004, e Pequim, em 2008, a peso ligeiro (-48kg) Karla Cardoso fará a estreia na Paralimpíada contra a ucraniana Yuliya Halinska.

Também medalhista em duas edições, mas de bronze, nas edições de Pequim, em 2008, e Londres, em 2012, Michele Ferreira, enfrentará a alemã Ramona Brussig, no meio-leve (-52kg). Pela disputa masculina, o paraense Rayfran Pontes vai encarar o mongol Uugankhuu Bolormaa na divisão dos ligeiros (-60kg). E por fim, o meio-leve (-66kg) Halyson Boto vai lutar contra o português Miguel Vieira.

- Essa competição é muito importante para mim. É um ciclo que termina, não só de quatro anos, mas de toda a minha vida no judô. Porque a cada Paralimpíada vou ganhando experiência. Como em Pequim 2008, em Londres 2012, com as conquistas das medalhas de bronze. Estou trabalhando para o melhor resultado. É nisso que eu penso. De fazer o meu melhor e espero que amanhã esteja tudo certo, porque para mim tem dado tudo certo. Me sinto bem, focada e preparada. E assim eu vou tentar vencer adversária por adversária – disse Michele Ferreira.

As disputas do Judô começam às 10h, na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. E às 15h30, estão previstas as disputas por medalhas.

Goalball em ação

Campeões parapan-americanos, as seleções masculina e feminina de Goalball entram em quadra no primeiro dia de competições. Os líderes do ranking mundial abrem a competição contra a Suécia, às 9h. Já as meninas do Brasil enfrentam a seleção americana, às 10h15.

- As expectativas são as melhores. Nós fizemos três amistosos contra a Suécia, e vencemos dois e empatamos um. Mas isso não quer dizer nada. Nós conseguimos esconder o nosso jogo e eles conseguiram esconder o jogo deles. Então vai ser um jogo difícil, mas estamos confiantes. Tem todo o trabalho da comissão técnica e de todos os atletas e vamos trabalhar com os pés no chão e muita humildade – disse o artilheiro dos Jogos Paralímpicos de Londres, Romário Marques.

www.cbdv.org.br
Tadeu Casqueira

Mais...

Buscas

Todas as notícias