Judô

Confirmando Favoritismo, Ogawa é Campeã no Veteranos

1167.V

Febaju

No ultimo sábado (17) a Federação Baiana de Judô – Febaju realizou o Campeonato Baiano de Veteranos, a VII Etapa do Circuito Baiano de Judô e a Super Etapa Sub-15 anos. Repetindo a disputa das etapas anteriores, o circuito Baiano manteve o pódio com as academias, Esporte Clube Vitória/FSBA, Academia Judô Paulo Fraga e Associação Judô Ação, respectivamente.

O Campeonato Baiano Veteranos confirmou o favoritismo e manteve a Ogawa como grande campeã do evento, Academia Judô Paulo Fraga ficou em segundo e o Clube Itapagipano de Judô segurou a terceira posição. São quatro anos consecutivos conquistando o lugar mais alto do pódio na classe. “Eu me sinto muito feliz e honrado! A gente sagrou a Ogawa tetra campeã baiana. São quatro anos consecutivos ganhando essa classe. Essa é uma classe que a Ogawa é a mais forte da Bahia”, comemora o técnico responsável pela equipe, o professor kodansha 6º Dan, Rauldenis Junior.

(Febaju)

A grande maioria dos atletas da academia campeã iniciaram as atividades no judô ainda crianças, sob o comando do professor Rauldenis. “É com muita humildade que a gente vem fazendo um trabalho a mais de 30 anos com esse pessoal. São atletas que começaram comigo com quatro ou cinco anos e deram continuidade. Agora é preciso renovar. A gente vai fazer um trabalho de renovação para 2017, para que possamos ser fortes não só nos veteranos, mas também em outras classes”, comemora o professor Kodansha.

A competitividade nesta classe vem crescendo bastante, principalmente após a fundação da Associação Master de Judô. Entretanto a participação feminina ainda é baixa, diferentemente das competições em outras classes, onde o destaque vem sendo conquistado pelas mulheres. A presidente da associação, Nádya Soares, explica que isso se deve ao fato de o judô na classe veteranos conter atletas que iniciaram as atividades judoísticas nas décadas de 80 e 90, quando ainda não era bem divulgado.

“O judô feminino dos anos 80 e 90 não era bem difundido ou divulgado. Sem contar o preconceito. Os Masters são provenientes dessa época, então não haveria como ter muitas mulheres participando agora. Porem entendo que está na hora de mudar. Divulgar os benefícios até para quem está começando. Mostrar como estão as mulheres do máster. Mostrar que o Judô é muito mais que uma luta, ele traz benefícios ao corpo e a mente, traz equilíbrio, força e tonicidade muscular”, explica Nadya Soares.

Durante a cerimônia de abertura o presidente da Febaju, Marcelo Ornelas, parabenizou as duplas campeãs do II Open de Kata, em São Paulo, Acácio Guimarães e seu filho Victor Renoir e Rone Montenegro e seu filho Victor Henrique. Os atletas campeões do Brasileiro Sub-15 anos foram chamados a frente da mesa de honra, onde receberam aplausos do publico presente.

O Circuito e o Campeonato Baiano de Judô, são realizados pela Federação Baiana de Judô – Febaju, com o apoio do Governo do Estado, através da Sudesb, autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre.

(Arquivo Pessoal)

www.febaju.com.br
Thaisis Faria

Mais...

Buscas

Todas as notícias