Jogos Escolares

Cinco recordes em dez provas no primeiro dia de natação em João Pessoa

1059.V

Gaspar Nóbrega/Exemplus/COB
Gaúcho Arthur Micael Souza (RS) se destaca com duas medalhas de ouro sob o olhar atento de Matheus Santana

Gaúcho Arthur Micael Souza (RS) se destaca com duas medalhas de ouro sob o olhar atento de Matheus Santana

Cinco recordes de campeonato em dez finais disputadas. Esse foi o saldo do primeiro dia de finais da natação dos Jogos Escolares da Juventude, que agitou a Vila Olímpica de João Pessoa na tarde desta quarta-feira, dia 21. Destaque para o gaúcho Arthur Micael Souza, do Colégio Santa Catarina (RS), que venceu os 50m livre com a marca de 24s98 e bateu o recorde que pertencia a Eduardo Martiniano (25s14).

Cerca de meia hora depois de vencer a prova, Arthur voltou para a piscina e ajudou a equipe gaúcha a vencer o revezamento 4x50m livre. “Estreei em competições nacionais no ano passado, nos Jogos Escolares de Fortaleza, quando conquistei duas medalhas nas provas de revezamento. E agora bati de frente com gente muito forte e consegui fazer um bom resultado, apesar de não ter sido o meu melhor tempo”, disse Arthur, que tem Michael Phelps como ídolo.

O melhor índice do dia foi, no entanto, de uma nadadora também gaúcha. Ana Paula Behr conquistou a medalha de ouro nos 400m livre com a marca de 4min28s02 (índice 703), com recorde de campeonato (o anterior era de 4min29s84 e pertencia a Jéssica Moretti).

“Os Jogos Escolares são uma competição muito divertida e forte porque tem atletas do Brasil inteiro. Eu visava uma medalha, consegui fazer tudo direitinho e fiquei muito feliz com o recorde”, disse a jovem de 13 anos do Colégio Anchieta (RS), que estreou na maior competição escolar do país em Fortaleza 2015, quando alcançou duas finais nas provas de revezamento.

Destaque ainda para a candanga Fernanda Gomes Celidônio, que subiu no alto do pódio nos 100m costas. Ela venceu a prova com 1min05s98 e quebrou o recorde que pertencia a Maria Pessanha (1min06s80).

“Ano passado disputei em Fortaleza a minha primeira competição nacional, aos 12 anos, e conquistei a medalha de prata. Na minha idade não tem muita competição importante então disputar os Jogos Escolares da Juventude é um incentivo muito grande”, disse a atleta que também conquistou o bronze no revezamento 4x50m livre e ainda nadará os 50m costas e os 200m medley.

Os outros dois recordes de campeonato quebrados na tarde desta quarta-feira foram nos 50m borboleta feminino, com a jovem Thaciane Lima, com 28s38; e com a equipe capixaba, que venceu o revezamento 4x50m livre feminino, com a marca de 1min50s98.

Quem entregou as medalhas aos nadadores foi Matheus Santana, que brilhou nas edições 2012 e 2013 dos Jogos Escolares da Juventude em Cuiabá e Belém, respectivamente. Apesar da pouca idade, Matheus já é ídolo da garotada e chega a se assustar com o enorme carinho recebido pelos jovens atletas.

“Depois de Belém, fui convocado pela primeira vez para a seleção brasileira adulta e desde então recebo esse carinho dos mais jovens. É muito gratificante, uma alegria muito grande”, disse o campeão pan-americano em Toronto 2015 e que conquistou três medalhas nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim 2014.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo, com apoio do Governo da Paraíba e da Prefeitura Municipal de João Pessoa e patrocínio máster da Coca-Cola.

www.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias