Judô

Apostando na quantidade de atletas, grandes clubes e novas forças vão em busca dos títulos do Troféu Brasil

1121.V

CJB
Pinheiros, Minas, Sogipa e Instituto Reação são os únicos com duas dezenas de judocas na competição. Outras três agremiações tem mais de 10 pré-inscritos

Pinheiros, Minas, Sogipa e Instituto Reação são os únicos com duas dezenas de judocas na competição. Outras três agremiações tem mais de 10 pré-inscritos

Olhando os últimos resultados no Troféu Brasil e do Grand Prix Nacional é possível dizer que existem quatro grandes clubes de judô no Brasil. Esporte Clube Pinheiros, Minas Tênis Clube, Sogipa e Judô Comunitário Instituto Reação têm se revezado nas primeiras colocações de ambas competições nos últimos anos. E uma análise baseada nos números de atletas pré-inscritos (a inscrição só é confirmada depois do credenciamento que será realizado nesta sexta-feira, 07) pelas agremiações para o Troféu Brasil deste ano, os “quatro grandes” vêm com bastante força para a disputa.

O Pinheiros e o Minas estão empatados como os clubes com o maior número de atletas pré-inscritos: serão 25. Logo em seguida vem a Sogipa com 23 e o Instituto Reação com 20 judocas fecha o grupo das agremiações com duas dezenas de atletas na competição.

Em 2015, o título no masculino ficou com o Minas que conquistou cinco ouros e três bronzes. O Pinheiros com três ouros, quatro pratas e três bronzes ficou na segunda colocação, seguido pelos gaúchos da Sogipa (três pratas e um bronzes); dos cariocas do Instituto Reação (uma prata e dois bronzes) e dos capixabas da Associação Serrana de Judô (dois bronzes).

No feminino, os ouros foram mais distribuídos e cinco clubes chegaram ao topo do pódio. O Instituto Reação com três ouros, uma prata e dois bronze foi o grande campeão. A Sogipa ficou na segunda colocação com dois ouros e uma prata. Pinheiros (um ouro, duas pratas e três bronzes), Minas (um ouro, uma prata e quatro bronzes) e a Secretaria de Esporte e Lazer de São José dos Campos (um ouro) completaram o pódio.

Novas forças - Porém, outras instituições que estão buscando espaço nesse seleto grupo também espalharão seus talentos em diversas categorias. Do Rio Grande do Sul, Grêmio Náutico União, grande rival da Sogipa, também vai alimentar essa disputa em nível nacional já que chega com 17 atletas ao Troféu Brasil. Tradicional clube formador, o SESI de São Paulo pretende ganhar espaço na categoria sênior com uma equipe de 11 judocas. Por fim, a Academia Espaço Marques Guiness, do Distrito Federal, que se classificou no começo do ano para a disputa do Grand Prix pela primeira vez, deve enviar 10 atletas.

www.cbj.com.br
CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias