Judô

CBJ vistoria instalações em Tóquio pela primeira vez

956.V

Bernardo Seabra/CBJ
Visita passou pela Vila Olímpica, sede do Comitê Tóquio 2020 e por escolas e universidades que poderão ser utilizadas como base do Time Brasil

Visita passou pela Vila Olímpica, sede do Comitê Tóquio 2020 e por escolas e universidades que poderão ser utilizadas como base do Time Brasil

A Confederação Brasileira de Judô vistoriou pela primeira vez as obras das instalações olímpicas em Tóquio para os Jogos de 2020. Assistente da gestão de Alto Rendimento da CBJ, Bernardo Seabra fez parte da comitiva brasileira que visitou a cidade-sede na última semana durante quatro dias para conhecer algumas das principais operações do Comitê Organizador Local.

"Fomos vistoriar locais que possam ser utilizados para nossa operação tanto pré-Jogos, quanto durante os Jogos", explicou Bernardo. "Foi bom para termos uma primeira avaliação do que nos espera em 2020 e também para sugerirmos algumas coisas ao Comitê Organizador, que foi muito gentil em nos receber."

Entre os locais por onde a delegação passou estão a Vila Olímpica, a sede do Comitê Tóquio 2020, o Centro da Juventude e a Toyomi School.

Além da cidade-sede, os brasileiros estiveram também na Universidade e Escola Rikkyo, na cidade de Saitama, que pode oferecer facilidades ao Time Brasil no período pré-Jogos.

Na visita à sede do Comitê Tóquio 2020, os representantes do Judô e do Karatê se reuniram com Sachiyo Yamaguchi, gerente de competições das modalidades que serão realizadas na Budokan, que é o caso tanto do Judô, quanto do Karatê.

Ao lado de Seabra, fizeram parte da delegação brasileira representantes de outras modalidades como Vôlei de Praia, Vôlei, Vela, Atletismo, Boxe, Lutas, Taekwondo, Maratona Aquática, Handebol e o novato Karatê, recém-incluído no programa olímpico. Gustavo Harada, Renata Simões, Ise Boaventura e Daniela Polzin, todos do Comitê Olímpico do Brasil, também integraram a comitiva brasileira em Tóquio.

www.cbj.com.br
CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias