Judô

Membros do STJD do judô e do Conselho Fiscal da CBJ irão prestigiar a AGO 2017

938.V

CBJ
Integrantes chegaram nesta sexta-feira, 03, ao Rio de Janeiro e foram recebidos pelo presidente Paulo Wanderley Teixeira

Integrantes chegaram nesta sexta-feira, 03, ao Rio de Janeiro e foram recebidos pelo presidente Paulo Wanderley Teixeira

A Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2017 ganhou ainda mais importância nesta sexta-feira, 03, com a chegada ao Rio de Janeiro de Membros do STJD do Judô e também do Conselho Fiscal da Confederação Brasileira de Judô. Na AGO serão apresentados os relatórios de atividades de cada uma das áreas funcionais da CBJ em 2016 e também será realizado o pleito para a escolha do novo presidente da entidade para o quadriênio 2017-21.

Dos oito membros do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Judô empossados até o momento, seis já estão no Rio de Janeiro. São eles: os auditores Alexandre Monguilhott, Marcelo Salomão, Giovani Mariot, Fábio Levy Tredler, Robson Vieira e Alessandro Kishino. O procurador Luciano Hostins também está presente. Além deles, Gilmar Camerino, membro do Conselho Fiscal, também já chegou à Cidade Maravilhosa para participar da Assembleia.

Eles foram recebidos pelo presidente Paulo Wanderley Teixeira que falou sobre o panorama atual do judô brasileiro, as principais conquistas da CBJ nos últimos anos e também sobre como irá entregar a modalidade ao seu sucessor: com sucesso dentro dos tatames e com as finanças em ordem.

“Eu fiz um breve resumo do que será apresentado mais detalhadamente neste sábado, destacando que nos Jogos Rio 2016 nos mantivemos como o esporte que mais medalhas olímpicas deu ao Brasil e que já conseguimos a renovação de Bradesco, Cielo, Scania e Infraero para o próximo ciclo olímpico, o que nos dá tranquilidade quanto à continuidade do trabalho”, disse Paulo Wanderley Teixeira, que agradeceu a presença dos Membros do STJD e do Conselho Fiscal. “Obrigado a todos pela presença. É motivo de orgulho poder contar com profissionais desse nível no judô brasileiro e prova, mais uma vez, que a administração seguiu no sentido da profissionalização em todas as áreas”, concluiu.

www.cbj.com.br
CBJ

Mais...

Buscas

Todas as notícias