Jogos Universitários

Nadador carioca leva dois ouros nos Jogos Universitários e comemora tempo que não fazia desde a adolescência

357.V

Alexandre Urch/CPB/MPIX

O nadador Douglas Matera, classe S13 (baixa visão), teve motivo de sobra para comemorar na edição 2017 dos Jogos Paralímpicos Universitários. O atleta conquistou na tarde desta sexta-feira, 28, primeiro dia de disputas, duas medalhas de ouro - uma nos 100m borboleta e outra nos 200m medley - e melhorou os tempos nas duas provas.

Douglas ficou animado em especial com os 100m borboleta, quando completou a distância em 1min04s64. "Baixei em três segundos o tempo que vinha fazendo ultimamente. Gostei bastante", contou. "Ainda fico mais feliz que é o tempo que eu fazia antes de parar de nadar para estudar, em 2009. Então é um bom sinal de que voltei à velha forma", acrescentou.

O nadador carioca treinava ao lado do irmão Thomaz Matera, nadador da Seleção Brasileira Paralímpica principal, até os 16 anos, e parou para se dedicar aos estudos. Douglas só voltou a treinar no começo deste ano, quando o irmão o incentivou.

O tempo alcançado hoje ainda é mais lento que o do irmão mais velho, mas Douglas brinca com a possibilidade de nadar lado a lado com Thomaz. "Não existe rivalidade entre a gente, e ainda falta muito para chegar nele, mas vontade não me falta e já já eu chego lá", brincou o nadador.

Douglas ainda compete os 100m costas neste sábado, e, na próxima semana, volta ao Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, para a segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa. "Fico mais animado sabendo que voltei ao que era antes de parar. Quero melhorar meu tempo amanhã e no Circuito também", planeja.

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias