Judô

Brasil conquista oito ouros no Campeonato das Américas de Judô IBSA 2017

21.V

Leandro Martins/CPB/MPIX
 Harlley Arruda conquistou o ouro ao vencer Adnan Gutic, dos EUA.

Harlley Arruda conquistou o ouro ao vencer Adnan Gutic, dos EUA.

Com a presença de judocas da Argentina, Brasil, Canadá, Estados Unidos e Porto Rico, o Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo recebeu neste sábado (26) o Campeonato das Américas de Judô IBSA 2017. O evento contou com a participação de 42 atletas, sendo metade da delegação brasileira que dominou o pódio na Cerimônia de Premiação.

Prata nos Jogos do Rio 2016 e indo para o seu terceiro ciclo paralímpico, Wilians Araújo conquistou o ouro na categoria pesado. O paraibano agradeceu o apoio de todos e afirma que todo o trabalho a ser realizado até Tóquio 2020 será para ir em busca da medalha dourada.

- Tenho o meu objetivo de conquistar a medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, então, eu sou o primeiro lugar do Ranking Mundial e essa conquista vai me ajudar a permanecer na liderança, que me ajuda até no sorteio das competições por eu ser o cabeça de chave. Agradecer a toda à minha equipe, à CBDV que vem fazendo um trabalho de apoio nos dando todo o suporte, à equipe técnica da seleção, todos os profissionais da CBDV, os meus técnicos. É a concretização de um trabalho que vai até 2020 e se Deus quiser será coroado com a medalha de ouro na Paralimpíada – vibrou o Wilians Araújo.

Além do peso pesado, o Brasil levou o ouro também com Lucia Teixeira (63 kg), Alana Maldonado (70kg), Rebeca Silva (+70kg), Denis Rosa (73kg), Harlley Arruda (81kg), Arthur Silva (90kg) e Antônio Tenório (100kg). Para o técnico Jaime Bragança, o campeonato foi importante para os atletas adquirirem mais rodagem, principalmente aos mais jovens.

- Foi uma boa oportunidade para os atletas pegarem experiência, lutarem com atletas internacionais, já que para muitos foi a primeira competição adulta internacional. E para gente avaliar de maneira geral a condição física de todos, isso foi muito importante. A Rebeca foi uma atleta que não sentiu a competição, não ficou nervosa e teve um bom rendimento – analisou o treinador.

O próximo desafio da seleção brasileira de Judô Paralímpico será a disputa da Copa do Mundo em Tashkent, no Uzbequistão, de 08 a 10 de outubro. A comissão técnica do Brasil vai anunciar a lista dos 13 convocados até a sexta-feira (1).

Download da foto

Confira outros fotos do evento.

www.cbdv.org.br
Tadeu Casqueira

Mais...

Buscas

Todas as notícias